Mano Menezes avalia possíveis adversários do Cruzeiro nas oitavas da Libertadores

O Cruzeiro só volta a campo pela Libertadores da América após a Copa do Mundo da Rússia. Contudo, é sabido que a tendência seja o encontro com adversários difíceis, inclusive, somando os títulos de todos os participantes das oitavas de final, verifica-se que são 35 conquistas da competição continental. Em coletiva de imprensa, o técnico Mano Menezes analisou os possíveis rivais que a Raposa pode enfrentar.

Ramon Lopes
Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: Cruzeiro/Divulgação

“Quando iniciou a gente já tinha essa ideia. Das últimas edições, essa era a que reunia mais campeões. Não tem escolha. Vamos para o sorteio. Fizemos uma reta final muito boa, o que nos deu a quinta melhor campanha de todas (entre os primeiros). Então mostra a paridade da competição, com pontuações mais baixas que nas outras edições. Agora é esperar o sorteio. Não adianta escolher adversário”, analisou o técnico Mano Menezes, que teve seu discurso seguido pelo zagueiro Leo.

ão adversários fortes, de muita qualidade. É sorteio, é difícil escolher. Mas vamos firme, cumprindo sempre o nosso objetivo de vencer, jogando com inteligência. Libertadores é campeonato de maturidade, inteligência de jogar tanto dentro, como fora de casa, para que possamos buscar nossa classificação”, afirmou o defensor da Raposa.

O Cruzeiro terminou a primeira fase na liderança do Grupo 5 da Copa Libertadores da América, com 11 pontos. Desta forma, ficará no sorteio das oitavas no pote 1 do torneio e poderá enfrentar Cerro Porteño, Colo-Colo, Atlético Tucumán, Flamengo, Racing, Estudiantes, Independiente e Boca Juniors, todos vice-líderes de suas respectivas chaves.

LEIA MAIS:

MANO COMENTA FASE DE BRUNO SILVA E CRAVA: “NÃO ESTAMOS DECEPCIONADOS COM ELE”