Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

10 atletas que devem jogar a Copa pela última vez em 2018

Jogar uma Copa do Mundo pela primeira vez é daquelas sensações inexplicáveis, compreendidas somente por poucos felizardos pelo mundo que possuem a honra de disputar o torneio. No entanto, existe o outro lado. Jogar a competição mais importante do mundo do futebol pela última é alegremente triste, e em muitos casos o capítulo final de uma carreira. Em 2018, na Rússia, alguns atletas disputarão o Mundial pela última vez. O Torcedores.com separou uma lista de 10 desses jogadores.

Jean Lucas
Jornalista, com passagens por Bandsports e FOX Sports. Fascinado por contar (e ouvir) histórias. Vive o futebol 48h por dia.

Crédito: Autor do título espanhol da Copa de 2018, Iniesta deve jogar último Mundial na Rússia (Carmelo Rubio/Seleção Espanhola)

Iniesta

Autor do gol do título da Espanha na Copa de 2010, Iniesta chega ao Mundial da Rússia aos 34 anos. Após deixar o Barcelona depois de 22 de clube, o Mundial da Rússia de 2018 certamente é mais um capítulo de despedida na carreira do jogador. Além de 2010, o meia disputou as Copas de 2006 e 2014.

Mascherano

Assim como Messi, Mascherano está no grupo da Argentina desde a Copa de 2006, na Alemanha. O volante, porém, deve disputar o seu último Mundial na Rússia. Aos 33 anos, o próprio argentino declarou que esta deve ser a sua última Copa. Mascherano disputou os Mundiais de 2006, 2010 e 2014.

Rafa Márquez

(Divulgação/Twitter/Seleção Mexicana)

Dos remanescentes de outros Mundiais, Rafa Márquez é o único que “sobrevive” desde a Copa de 2002. Na Rússia, o mexicano entrará para o seleto grupo dos jogadores que participaram de cinco Copas do Mundo, atualmente formado pelo mexicano Antonio Carbajal, o alemão Lottar Matthaus e o italiano Buffon. Aos 39 anos, esta provavelmente é a última Copa do defensor.

Hassam El-Hadary

Aos 45 anos, El-Hadary entrará para a história das Copas no Mundial da Rússia: se tornará o atleta mais velho a disputar o torneio. Curiosamente, porém, esta também deve ser a primeira e única participação do goleiro egípcio. O Egito não disputa uma Copa há 28 anos.

Pepe

Aos 35 anos, o luso-brasileiro Pepe chega à Copa da Rússia com ambição de mais um título com Portugal, após a conquista da Eurocopa. O Mundial de 2018, no entanto, deve ser o último do atleta, que atualmente veste a camisa do turco Besiktas.

Cristian Rodríguez

Um dos ícones da história recente da seleção uruguaia, Cristian “Cebolla” Rodríguez chega ao Mundial aos 32 anos, em clara decadência física. Presente na histórica campanha da Celeste em 2010, o meia também disputou a Copa de 2014.

Fernandinho

Convocado por Tite para segunda Copa da carreira, Fernandinho chega ao Mundial da Rússia aos 33 anos. O volante, que briga por uma vaga no time titular do Brasil, busca no possível hexa apagar os fantasmas do 7×1. Pela idade e a concorrência do futebol brasileira, esta provavelmente é a última Copa de Fernandinho.

Guerrero

(Divulgação/Twitter/Seleção Peruana)

Depois de viver uma verdadeira batalha para disputar a Copa de 2018, Guerrero, enfim, foi liberado para disputar o torneio. Assim como El-Hadaray, este é provavelmente o primeiro e único Mundial do atleta, que conseguiu ser importante na campanha que levou o Peru ao torneio após 36 anos. Guerrero tem 34.

Gary Cahill

Experiente zagueiro do Chelsea, Gary Cahill é um dos poucos jogadores do atual elenco do English Team que possuem uma disputa de Copa do Mundo no currículo. Aos 32 anos e em cada queda física, o defensor deve fazer na Rússia o seu último Mundial. Cahill disputou a Copa de 2014.

Falcao Garcia

Outrora um dos principais atacantes do mundo, Falcao Garcia precisou superar difíceis problemas físicos para carimbar uma passagem para Rússia. De volta aos melhores dias com a camisa do Monaco, o experiente atacante chega à Copa aos 32 anos. Pela concorrência da Colômbia, este deve ser o primeiro e único Mundial do atleta.

LEIA MAIS

Conheça os 32 uniformes das seleções da Copa do Mundo