Cavani marca, Uruguai vence Portugal e pega França nas quartas

Enquanto Cristiano Ronaldo fazia uma partida abaixo do nível normal. Cavani mostra toda a sua força e coloca Uruguai nas quartas de final

Andre Nascimento Donati
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Foto:Getty Images

Após a decepção da Argentina, veio a redenção da América do Sul. Com dois gols de Cavani, o Uruguai venceu Portugal por 2 a 1 e enfrentará a França nas quartas de final. Confira como foi à partida

Primeiro Tempo

O Uruguai começou atacando logo nos primeiros segundos, mas a primeira oportunidade real de gol foi de Portugal. Mas precisamente, de Bernardo Silva, que cabeceou para fora aos dois minutos de partida. A Celeste teve outra chance logo depois, com um escanteio, cortado pela zaga portuguesa. Cristiano Ronaldo resolveu mostrar toda sua força, que chutou forte contra a meta defendida por Muslera.A partida começou quente, e esquentou mais ainda aos sete minutos, quando Suárez lançou a bola na área. Cavani cabeceou e marcou o  gol,abrindo o placar a favor dos sul-americanos.

Atrás no placar, Portugal começou a pressionar mais. Tinha mais posse da bola e criou chances aos oito e aos dez minutos, mas  Gonçalo Guedes ficou me impedimento e José Fonte cometeu falta de ataque. Os uruguaios reagiram com mais uma finalização de Suárez, que foi desviada por Fonte. A pressão voltou a ser portuguesa, e Muslera tinha bastante trabalho, defendendo três bolas seguidas. A defesa do Uruguai também não ficava atrás, caso de Godín, que cortou um ataque com a cabeça.

Aos  20, o Uruguai voltou a ameaçar o gol de Rui Patrício. Numa cobrança de falta, Suárez chutou em direção ao gol e forçou Patrício a se esticar para defender. Aos 25, Portugal teve outra chance de igualar numa falta de João Mario, mas William Carvalho não alcançou a bola. Aos 31, Cristiano Ronaldo teve uma boa chance numa falta próxima ao gol, mas a bola bateu na barreira. Aos 34, Cavani recebeu a bola de Cáceres , mas não conseguiu finalizar.

Os últimos minutos do primeir. o tempo foram de mais tranquilidade e menos intensa. A bola ficava mais no meio do campo, e quando acontecia um ataque, era pouco efetivo  Nos acréscimos, os portugueses tentaram um jogada ensaiada e Muslera defendeu. Godín tentou ampliar de fora da área, mas a bola foi para fora.

Segundo Tempo

O segundo tempo começou sem a mesma intensidade com que começou o primeiro A primeira chance de balançar as redes só veio aos seis minutos, com o português Adrien Silva chutando para cima. Aos oito, Giménez evitou uma tentativa que estava sendo armada através do cruzamento de Raphael Guerreiro. Contudo, aos nove minutos, novamente Guerreiro cruzou na área, e o brasileiro Pepe marcou o gol de cabeça e empatou a partida.

O gol motivou os portugueses, que passaram a pressionar mais buscando a virada. Aos 16, João Mario cobrou escanteio, Bernardo Cabeceou e Muslera defendeu. Em seguida, Bentancur tocou e Cavani, que chutou colocado e Rui Patrício não chegou a tempo. 2 a 1 para o Uruguai. Foi o segundo gol  do atacante do PSG nessa partida.

Após o gol, o Uruguai trocou Betancur por Cristian Rodriguez; um minuto depois, Quaresma entrou na seleção portuguesa no lugar de Adrien Silva. E Quaresma logo mostrou sua força ao cobrar um escanteio, afastado pela defesa uruguaia. Aos 24, Muslera quase entregou o ouro ao correr para pegar a bola, mas ela escorregou, e Bernardo Silva, sem goleiro, chutou para fora. Aos 26, Cavani se lesionou e saiu de campo. entrando Stuani no lugar. Ao mesmo tempo, André Silva entrou lo lugar de Gonçalo Guedes.

Aos 31, Quaresma cobrou outro escanteio, e Guerreiro tentou de longe, mas a bola foi para fora. O tempo está passando, e os portugueses estavam cada vez mais desesperados. . Bernardo Silva tentou um cruzamento aos 34, cortado pela defesa uruguaia, que mandou para escanteio. Antes dele ser cobrado, Nández saiu e Carlos Sanchez entrou. Aos 37, outra oportunidade para Portugal empatar foi criada por Bernardo Silva, mas novamente a defesa uruguaia mandou para longe. Aos 39, Manuel Fernandes entrou no lugar de João Mario.

O jogo entrou na parte final com pressão portuguesa. Os uruguaios recuavam cada vez mais para segurar o placar. Entretanto, os ataques eram pouco efetivos e não conseguia ameaçar o gol de Muslera. Já nos acréscimos, o Uruguai ainda tentou um ataque, sem sucesso. No último minuto, Cristiano ronaldo se descontrolou com o árbitro e levou cartão amarelo. Os portugueses não desistiam . Quaresma tentou a queima-roupa, mas Muslera defendeu. No escanteio, até mesmo  Rui Patrício foi tentar cabecear.. Mas não teve jeito, O árbitro apitou, e o Uruguai ganhou por 2 a 1.