Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Artilheiro brilha e Rússia vence na Copa; veja notas

A Rússia sobrou, a média foi alta e recuperação passa longe de uma seleção que conseguiu auto-estima durante a Copa do Mundo.

Thiago Barros
Colaborador do Torcedores

Crédito: Getty Images

A Rússia bateu o Egito de Salah por 3-1 e está praticamente garantida nas oitavas de final da Copa. Vamos conferir as notas dos atletas da seleção da Rússia:

Akinfeev (7) : pouco exigido, o goleirão russo manteve boa performance durante a partida. Levou um gol de pênalti de Salah, mas caiu no canto certo e quase pegou.

Mario Fernandes (8): o lateral-direito brasileiro naturalizado russo tem sido um dos destaques da Copa do Mundo. Além de marcar muito bem, Mario Fernandes ainda aparece como opção no ataque. Deu a assistência para o gol de Cheryshev e fez comentaristas brasileiros debaterem se ele é melhor que Danilo.

Kutepov (7): seguro na marcação. Não comprometeu! A média é alta!

Ignashevich (7,5): o experiente zagueiro que voltou de aposentadoria está bem demais. Não comprometeu e ainda foi participativo no ataque.

Zhirkov (8): o experiente lateral-esquerdo fez uma partida quase impecável. Não deu espaços para Salah.

Gazinsky (7): atuação segura do volante russo que marcou o primeiro gol da Copa.

Zobnin (6): o jovem jogador russo se afobou e cometeu algumas infrações desnecessárias. Dentre elas, o pênalti sobre Salah.

Samedov (6,5): atuação discreta do experiente meia. Marcou bem, mas apareceu pouco no ataque.

Golovin (7,5): Bastante participativo na marcação e jogadas de ataque. Não é por acaso que é um dos destaques do time.

Sherychev (8): chegou aos três gols na Copa e alcançou CR7. Seguro na marcação e participativo no ataque. Altíssimo nível!

Dzuyba (8): apesar de grandalhão, tem habilidade e deixou Gabr na saudade em um dos gols. Dzuyba, definitivamente, pegou o lugar de Smolov no time titular.

Kuzyaevy (6): entrou no segundo tempo e não fez nada demais.

Kurdryashov (6): outro jogador que entrou para ajudar na marcação e não comprometeu.

Smolov (6): chegou na Copa como titular, mas viu Dzuyba marcar dois gols e perdeu a posição.