Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Brave Combat Federation anuncia contratação do ex-UFC Jeremy Kennedy

A organização do Brave Combat Federation oficializou, nesta semana, a contratação do peso pena Jeremy Kennedy, ex-lutador do UFC. O canadense chega à nova casa com um cartel profissional impressionante de 11 vitórias e apenas uma derrota.

Dario Ferrari Rocha Teixeira
Escrevo sobre lutas em geral no Torcedores.com. São Paulino, fã do New England Patriots, Los Angeles Lakers e Los Angeles Dodgers. Noivo da Thays Gomes Lima.

Crédito: Getty Images.

Em entrevista ao site americano “MMA Sucka”, Jeremy Kennedy confirmou o acordo com o Brave Combat Federation, revelando que a organização do evento fez a diferença na hora da sua escolha.
“Eu fui a alguns eventos do Brave como córner de companheiros de treinos e eu gosto muito da equipe e da organização, do jeito como eles fazem as coisas. O Brave é uma das maiores organizações, então quero me testar contra alguns dos maiores lutadores internacionais”, declarou Kennedy, que foi córner de Gary Mangat, ex-desafiante ao cinturão peso galo do Brave.
Leia também no TORCEDORES.COM:
O canadense engrossa a categoria peso pena do Brave, encabeçada pelo campeão mundial Elias “Smile” Boudegzdame. O argelino se tornou o primeiro dono de cinturão da história do Brave a defender seu título, quando venceu Jakub Kowalewicz no Brave 10 – ele havia conquistado o cinturão em vitória contra o mexicano Masio Fullen no Brave 4, em março do ano passado.
Em sua passagem pelo UFC, Jeremy Kennedy acumulou quatro lutas em seu cartel, sagrando-se vencedor em três oportunidades, ao vencer Alessandro Ricci, em sua estreia, e em seguida, batendo Rony ‘Jason’ no UFC Fortaleza e Kyl Bochniak, tendo conhecido a primeira derrota de sua carreira profissional em fevereiro deste ano quando acabou sendo nocauteado por Alexander Volkanovski no UFC 221.