Camilo diz que carrinho que lesionou D’Ale ficou no passado: “De minha parte, está tudo bem”

D’Alessandro estava escalado normalmente para enfrentar a Chapecoense, no Beira-Rio, até que um violento carrinho de Camilo no rachão da véspera do jogo o tirou de combate. A entrada gerou uma entorse no tornozelo do camisa 10, que desde então não conseguiu mais jogar.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Ricardo Duarte/Inter

Mas, segundo Camilo, “está tudo bem” entre eles. O ex-jogador do Botafogo voltou a ganhar uma chance do técnico Odair Hellmann no empate em 0x0 contra o São Paulo nesta terça e, após o jogo, revelou que já conversou e se acertou com o capitão.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

“A gente conversou. Foi uma situação de treino. Mas eu já conversei com o D’Ale e, de minha parte, está tudo bem”, resumiu em breves palavras.

Em entrevista recente ao jornal Zero Hora, Odair comentou sobre o lance e reconheceu que foi justamente ali que D’Ale sentiu a lesão que o tiraria dos jogos seguintes.

“O lance acabou pegando um pouco o tornozelo do D’Alessandro, inchou e tirou-do jogo. O que aconteceu naquele lance ocorre muitas outras vezes. Vocês acompanham treino e sabem. Às vezes, uma entrada de um jogador pode acabar machucando. Infelizmente, são coisas que acontecem com quem está em campo”, disse o treinador na ocasião.

Relembre o lance:

 

LEIA MAIS:

Renato minimiza indireta de técnico do Cruzeiro: “Mano, um beijo, logo ali a gente se encontra”

Dourado minimiza ausência de armador: “Quando não ganhamos, sempre acham que falta alguma coisa”

Jornalista defende que dupla de zaga do Inter é melhor que a do Grêmio

Gostou da matéria? Siga o autor:

No YouTube

No Instagram

No SoundCloud