Dana White, lutadores e a polêmica sobre a pesagem oficial matinal no Ultimate

Há um bom tempo, a pesagem oficial dos eventos do UFC, que eram no fim de tarde, ou nas noites, passaram a ter sua pesagem oficial realizada nas manhãs que antecedem a data oficial da realização de um evento da organização, e, no último dia 05, uma polêmica envolvendo o assunto, que é bem delicado no esporte, voltou a ‘rondar’ a mídia mundial.

Dario Ferrari Rocha Teixeira
Escrevo sobre lutas em geral no Torcedores.com. São Paulino, fã do New England Patriots, Los Angeles Lakers e Los Angeles Dodgers. Noivo da Thays Gomes Lima.

Crédito: Getty Images.

Em entrevista ao podcast “UFC Unfiltered”, Dana White, presidente do Ultimate, afirmou que pretende acabar com a pesagem oficial matinal, para que os atletas voltassem a pesarem-se durante os fins de tarde ou nas noites que antecedem os eventos, e, três dias após ter feito a declaração, o mandachuva reiterou sua vontade de recolocar a pesagem oficial no horário antigo.

“Estamos vendo de fazer como era antes. Quando os caras forem para a pesagem cerimonial, será ali o peso que irá valer. Toda vez que você muda alguma coisa, todos tentam tirar vantagem da situação. Quando começamos a fazer a pesagem de manhã, foi ótimo, todo mundo batendo o peso. Mas as pessoas começaram a cortar cada vez mais em cima da hora, pensando que poderiam recuperar mais peso, o que ferrou tudo. Estamos tentando colocar de novo às 16 horas”, afirmou Dana White.

Leia também no TORCEDORES.COM:

Sabendo dos planos de Dana White, o COMBATE.COM entrou em contato com vinte e nove atletas brasileiros, que expuseram suas opiniões sobre o tema abordado pelo presidente do UFC.

Confira abaixo as declarações completamente contrárias da de Dana White:

  • Jussier Formiga: Para mim não muda muita coisa, mas preferiria da forma que está, pela manhã. É menos estressante, você acorda e já sabe, com o peso que deixar, quanto tempo tem que acordar antes da pesagem. Você já sabe o que tem que fazer e o peso que tem que perder. É melhor assim porque tem mais tempo para descansar e reidratar, tem um dia a mais antes da luta para descansar, e isso ajuda bastante. Mas se eles mudarem, não vai fazer tanta diferença.
  • Wilson Reis:  Infelizmente, esse negócio de voltar a pesagem para às 16h, no meu caso, vai prejudicar muito, como prejudicava antes. É muito pouco tempo para você hidratar . São menos de 20h da pesagem para a luta, porque você sai da balança às 16h30, às vezes 17h, e até chegar no hotel e começar a se hidratar demora muito. Com certeza serão menos de 24h da pesagem até a luta. Eu, como atleta muito profissional, sempre bati o peso, mas perco muita água e isso me preocupa porque sempre preciso de, no mínimo, 24 horas para estar 100%. A pesagem do jeito que está agora, às 9h, foi a melhor coisa que aconteceu para nós atletas do UFC. Para mim, foi a melhor coisa porque tenho muito mais tempo para hidratar. Vou chegar com cérebro e o corpo bem hidratados, então sou totalmente a favor de deixar a pesagem às 9h.
  • Alexandre Pantoja: Acho que seria prejudicial aos atletas (a mudança), fica uma ansiedade danada para pesar logo e se alimentar. Isso seria tirar algumas horas bem necessárias para a nossa recuperação. Acho que passando para a manhã deu um tempo maior e também tirou o tempo de ansiedade. Perco bem pouco peso, mas, como todos, perco e sofro muito com isso. Dá uma ansiedade danada, sendo de manhã você já bate o peso e fica livre, gostei quando mudaram para manhã e não gostaria nada que voltasse para a tarde.
  • Matheus Nicolau: Esse novo modelo que o Dana White e o UFC adotaram, com a pesagem de manhã, é muito melhor para os atletas, para a equipe, tanto na questão da recuperação, porque temos muito mais tempo para reidratar, ainda mais após a proibição do soro intravenoso. Assim temos mais tempo para reidratar e descansar e também para fazer outras obrigações que a luta requer, como compromissos de mídia. Antes, a pesagem era muito tarde. Cheguei a pesar 18h, quase 19h, em um UFC. Até chegar no hotel, não dá muito tempo para reidratar e descansar. Acho melhor de manhã também porque nenhum atleta consegue dormir bem na véspera da pesagem. Quem já não dorme no peso, mesmo com a pesagem a noite, dorme perto do peso, já desidratado, então você não tem uma noite de sono muito boa. Pesando cedo, você fica livre logo e consegue descansar. A pesagem de manhã é melhor para o atleta, para a equipe e para o evento, porque os atletas chegam muito melhor na luta para performar. Se voltar ao modelo antigo, acho que vamos voltar vários passos na evolução do nosso esporte.
  • Deiveson Figueiredo: Para mim, do jeito que está, está ótimo demais Dana White. A gente tem a noite toda para perder o peso e pela manhã amanhecia com o peso (necessário) e fazer uma pesagem de imediato, até porque estamos muito debilitados. E quando for à tarde, já recuperado e hidratado, fazer essa pesagem ao vivo. Acho bom continuar do jeito que está.
  • Raphael Assunção: Para mim, do jeito que está, está ótimo demais. A gente tem a noite toda para perder o peso e pela manhã amanhecia com o peso (necessário) e fazer uma pesagem de imediato, até porque estamos muito debilitados. E quando for à tarde, já recuperado e hidratado, fazer essa pesagem ao vivo. Acho bom continuar do jeito que está Dana White.
  • Marlon Moraes: Sou totalmente contrário a essa mudança. Acho que demorou um pouco parta a gente se adaptar a essa mudança, trocaram de horário passando para a manhã, e acho que isso foi muito legal para os atletas, ainda tem um tempo legal para a gente repor. E de repente os caras vão querer voltar ao que era, e o problema vai ficar até um pouco pior. Muita gente já se adaptou a essa perda de peso nesse horário, ao que tem que fazer na véspera e no dia. Acho que vai ser um pouco confuso na cabeça dos atletas, e acho que vai ter muito caso de gente sem bater peso. Mas, como sou profissional, qualquer dia ou horário que fizer vou conseguir bater o peso.
  • John Lineker: Acredito que a pesagem 9h é muito melhor do que às 16h. Às 16h, a gente fica sofrendo um monte até a pesagem, mas eu, particularmente, não sinto muito porque a minha recuperação é a mesma, já que nunca precisei usar soro na veia. Acredito que essa mudança para o modo antigo é porque tem muito mais gente não batendo o peso do que antigamente, então acredito que essa mudança é mais por essa questão, mas, para mim, se for 9h, melhor. Mas, se for 16h, a gente tem que aceitar também. Minha recuperação será a mesma independente do horário.
  • Pedro Munhoz: Na verdade, a diferença mudava no esquema da programação, perder tudo um dia antes, já dormir e acordar no peso, isso mudaria se a pesagem voltar para a tarde. Prefiro de manhã porque nós temos mais tempo para a recuperação. Se você for uma das primeiras lutas no card, com a pesagem de tarde, quase não dá 24 horas de recuperação. De manhã a gente tinha pouco mais de um dia.
  • Thomas Almeida: Por mim, prefiro que a pesagem seja de manhã, pois temos mais tempo para recuperar. É só não deixar para perder tanto peso tão em cima da hora e correr o risco de não bater.
  • Jose Aldo: Falei para o Dana: “Pelo amor de Deus, não muda essa pesagem, não”. Da maneira como é hoje em dia é muito melhor. A reposição (de peso) dos atletas é bem melhor, você bate o peso e tem todas as refeiçoes durante o dia. Se voltar como era antes, é muito complicado. Hoje, a gente acorda, bate o peso rapidamente e pesa. Essa mudança não interfere para quem bate o peso certinho, se vai ser 9h ou 16h. Se você perde tranquilo, vai bater 9h ou 16h, mas para mim é melhor pesar cedo, se livrar logo e recuperar muito melhor pra luta.
  • Renato Moicano: Prefiro muito a pesagem pela manhã. Ao meu ver é melhor pelo fato de você ter mais tempo para se recuperar. E fica menos tempo desidratado também.
  • Edson Barboza: Sinceramente, acho que para os atletas vai ser pior. E é uma coisa que todo mundo gostou, os atletas gostaram, e que afeta somente os atletas. E agora eles estão querendo parece que dar um passo para trás. Se voltar a pesagem mais tarde, realmente vai ser horrível para os lutadores.
  • Rafael dos Anjos: Acho que na (pesagem) pela manhã o lutador tem mais tempo para recuperar, mas, para quem perde mais peso, acho que à tarde é mais vantajoso. Mas as pessoas vão continuar se desidratando ali do mesmo jeito, não vai mudar isso. Contra o Eddie Alvarez, passei mal, fui fazer a banheira de manhã e desmaiei três vezes, quase bati a cabeça na torneira da banheira. Foi meio dramático.
  • Demian Maia: Horrível (a mudança), não faz sentido nenhum. Essa mudança, com certeza, é prejudicial para a saúde de todos os atletas, porque se você chegar mais desidratado numa luta, a chance de concussão cerebral e danos que podem aparecer no futuro é muito maior. Falo isso cientificamente. Todos os médicos falam. Segundo que, se você perguntar, de 95% a 99% dos atletas preferem a pesagem de manhã. Antigamente, para quem não sabe, a gente perdia o peso até 13h e tinha que 14h estar pronto para ir para o ginásio. Ficava horas desidratado. Agora você desidrata o que falta no começo da manhã e daqui a pouco pesa. Desidrata um pouco na quinta-feira à noite também. Com o modelo antigo, você desidrata um pouco quinta à noite, acorda, desidrata o resto e ainda tem que esperar até 16h. Teve evento no Brasil, quando a Ronda lutou com a Bethe, em que a pesagem passou para 18h por causa da TV. Ficamos o dia inteiro desidratados, é muito agressivo. É um retrocesso, não tenho dúvida nenhuma. Até quem não bateu o peso, não acha melhor. Pode até usar como desculpa, falar que foi pela manhã, mas não é. Se tem isso, deixa quem quer pesar de manhã e quem não quer pesa às 16h. Garanto que 99% vai querer pesar de manhã, é uma vantagem, você tem mais tempo para reidratar. Não sei se isso tem a ver com o contrato novo com a TV nos EUA, para fazer a pesagem válida por causa do show. O pessoal não bate o peso porque as punições são muito brandas, preferem a vantagem competitiva.
  • Alex Cowboy: Acho massa para caramba (continuar de manhã). A gente pesa de manhã cedo e já está no hotel tranquilo, e depois vai fazer aquela pesagem que todo mundo está vendo pela televisão já hidratado, bem fortinho. Foi boa essa mudança de pesagem (para a manhã). É pesar de manhã e acabou.
  • Ronaldo Jacaré: Para mim é ótimo ter a pesagem na parte da manhã, pois temos mais tempo de nos recuperar e estar bem para lutarmos no dia seguinte.
  • Lyoto Machida: Acredito que a pesagem primeiramente tem que priorizar a integridade física do atleta. A pesagem pela manhã te dá menos tempo para bater o peso, favorecendo assim você ficar na categoria que você realmente é ou o mais próximo dela. Nunca tive problema para bater o peso, mas acredito que pela manhã é muito melhor. Não gostaria que, por causa de alguns atletas não baterem o peso, a maioria pague o preço.
  • Paulo Borrachinha: Sou totalmente contra a pesagem ser atrasada e feita à tarde, porque diminui muito o tempo de recuperação da desidratação até a reidratação para a luta. Isso faz o rendimento cair, ocorre maior risco de lesão, sou totalmente contra. Se voltar para a tarde é um retrocesso. Nós lutadores passamos muitas dificuldades para conseguir bater o peso, acho que é um retrocesso e não deve ser feito. Não faz sentido nenhum mudar a pesagem para a tarde, só vai dificultar mais o processo de recuperação para a luta e vai cair o nível de performance dos atletas. Sou totalmente contra.
  • Thiago Marreta: Sou totalmente contra essa pesagem (às 16h). O UFC quer regredir, colocou uma pesagem que é boa para os atletas e agora quer regredir. A pesagem que tem agora é muito melhor para os atletas. Se alguns não estão batendo o peso é por incompetência deles. Essa pesagem (matinal) foi muito melhor para os atletas, tem mais tempo para recuperar, você acorda e já bate o peso. Nunca vi andar para trás, e é o que o UFC quer fazer. Não sei baseado em que eles querem fazer isso, se pelo fato de muitos atletas não estarem batendo o peso, mas isso não justifica. Se fizer uma pesquisa com os atletas, 99% vau preferir na parte da manhã. É muito menos sofrido e bem melhor para os atletas.
  • Antônio Cara de Sapato: Acho péssima essa mudança Dana White. Quanto mais tempo tivermos para recuperar o peso, é melhor. A gente acordar, bater o peso, ter o dia todo para hidratar, alimentar e recuperar a energia é muito melhor. Eles falaram que estão voltando porque muita gente não está batendo o peso, mas muita gente não está batendo porque está na categoria errada ou porque se acostumaram com esteroides. Muita gente tomava essas drogas para aumento de performance e isso sem dúvida nenhuma ajudava muito na perda de peso. Não acho que o horário seja problema. É mais uma questão do doping que mudou. A USADA está muito em cima, a galera não está mais usando e isso prejudica bastante a galera que perdia muito peso. É questão de se adaptar. Pela manhã é muito melhor para todos os atletas, não tenho dúvida. Você ir para o ginásio ainda sem comer, depois ter que voltar, isso é péssimo. Uma das melhores mudanças que o UFC tinha feito foi a pesagem ir para de manhã. Voltar para às 16h é regredir. Isso vai diminuir a performance da galera durante o evento.
  • Glover Teixeira: Eu, particularmente, acho melhor de manhã, não ter que ficar esperando com fome, com sede. Você pode acabar de perder o peso, já desce, bate, e aí já pode começar a recuperar de novo. Na minha última luta, saí da banheira 9h15, pesei, descansei e já comecei a recuperar. Mais fácil quando é de manhã, já está no hotel e já desce. Acabei de perder o peso no hotel, já desci e pesei. Não demorou nem 20 minutos e logo depois já estava comendo e bebendo água. Na outra pesagem tem que esperar, na hora que a pessoa começa a se reidratar já são quase 17h, a pessoa fica quase cinco horas desidratada até poder começar a recuperar.
  • Júnior Cigano: Para mim, realmente não importa muito. Sou peso-pesado e o limite da categoria é 120kg, eu peso por volta de 112kg, até menos às vezes. A minha dieta não é para perder peso, é para ficar forte e bem preparado para a luta. Mas se for uma questão de preferência, prefiro pela manhã, já que nos livramos logo daquela cobrança e pode descansar melhor e aproveitar o dia anterior à luta. Tenho muitos amigos e colegas que sofrem para bater o peso e acho que todos dividem da mesma opinião que eu, que a pesagem seja pela manhã, porque acaba facilitando o trabalho para bater o peso, e podem se alimentar e hidratar mais rápido. Recuperam melhor o peso, descansam de uma forma melhor no dia anterior à luta, e no dia da luta vão estar mais bem preparados.
  • Junior Albini: Apesar de não cortar muito peso, prefiro que seja mantida pela manhã com certeza!
  • Jéssica Bate-Estaca: Tem sido muito ruim quererem voltar ao modelo antigo, porque participei dele e é muito desgastante para o atleta ter que esperar tanto tempo para pesar. Acho que é bem melhor você perder o peso na quinta-feira e de manhã cedo (na sexta-feira) pesar, se reidratar, poder almoçar bem, tomar um café da tarde bem, jantar bem e ir para a pesagem (cerimonial) à noite bem também, porque a imagem do atleta ali em cima tem que ser boa. Aí a pessoa vai pesar de tarde, com muita sede, muita fome, cansado, sofrendo, isso prejudica muito a imagem do evento. Volta a ouvir aquilo: “Nossa, os lutadores estão muito acabados, sofreram demais”, e não é essa imagem que temos que passar para as pessoas. Pesar de manhã é bem melhor, a gente se recupera mais, fui uma das primeiras que apoiou o UFC a fazer esse tipo de pesagem, estava ajudando muito e agora eles querem voltar. Ele (UFC – Dana White) falam que agora quase ninguém está batendo o peso, mas vejo poucos não batendo, como era na outra forma de pesagem. Sempre foi assim. Não é por causa de uns que temos que ser prejudicados. É muito ruim.
  • Claudia Gadelha: Vou ficar bastante chateada se a pesagem sair da manhã e voltar para a noite, porque aí a gente vai ter que sofrer o dia inteiro. Com a pesagem ficando cada vez mais perto da luta, a gente tem pouco tempo para recuperar o peso. A gente só tem duas responsabilidades: bater o peso, numa pesagem que dura dez minutos, e lutar, que dura 15 ou 25 minutos. Se você não consegue fazer nenhum dos dois, você está sendo irresponsável.

  • Ketlen Vieira: Acho melhor pesar de manhã porque a gente tem mais tempo para recuperar, se hidratar, descansar e tudo mais, quase 24 horas. Principalmente para mim que viajo, sempre luto fora. É melhor para mim pesar de manhã porque descanso mais tempo. Mas se eles decidirem mudar para de tarde, ok. Vou continuar batendo o meu peso, cada vez tem sido melhor depois que saí de Manaus e peguei as técnicas aqui na minha equipe. Prefiro que continue de manhã, mas se for para a tarde vou continuar honrando meu compromisso. Acho muito injusto meu adversário trabalhar para bater o peso e eu não bater.
  • Bethe Correia: Na primeira vez após a mudança da pesagem para a manhã, estranhei, senti um pouquinho, porque sempre fui acostumada a me pesar de tarde, mas vi bastante vantagens, principalmente pela recuperação. A gente perde peso, desidrata, e às vezes acaba demorando um pouco. A gente se encarava quase à noite, é muito pouco tempo, não dá 24 horas para recuperar. Quando podia tomar um soro, era bastante válido. Se voltasse a pesagem no final da tarde, mas a gente pudesse usar um pouco do soro, seria melhor, mais vantajoso sim, mas sem a sorologia é bastante complicado. É muito pouco tempo para recuperar, a gente tem um baque da perda de peso. Por mais que a gente perca pouco na semana da luta, o corpo sente. Pensando na recuperação, prefiro de manhã, me sinto melhor. Se fosse para voltar para a tarde, com o método antigo – acho que não tem nada demais um atleta tomar um litro de soro -, aí sou a favor. De outra forma, prefiro de manhã.
  • Cris Cyborg: Tem os dois lados. Mas, para a saúde do atleta, acredito que é 100% a pesagem de manhã é melhor. A gente tem um tempo para recuperar após se desidratar bastante, até porque lutar desidratado não faz bem para a gente. Levar pancada na cabeça desidratado a gente vai ver (a consequência) no futuro. Concordo com a pesagem de manhã. Logico que tem que acordar cedo e é desconfortável, mas eu acordo todo dia 6h no meu camp, então para mim é normal. Você estar livre depois da pesagem, pode hidratar, é muito melhor. E tem a pesagem da tarde, e já tive que perder peso e logo depois dar entrevista e você vai me ver em algumas entrevistas com frio. É um período que a gente está saudável para dar entrevistas. Com certeza de manhã é o correto a fazer para a saúde do atleta, para o atleta recuperar o que desidratou. Se tem atletas que não bateram o peso, com certeza estão cortando muito peso em cima da hora. Mas a gente não pode pagar por essas pessoas que não bateram o peso. Sei que é difícil, mas tem que fazer um trabalho correto. Eu, a minha vida inteira, bati à noite, e comecei a bater de manhã e não tive dificuldade, você tem que se adaptar. Penso na minha saúde como atleta e após ser atleta.