Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Daniel Cormier reitera desejo de aposentar-se em 2019 e admite vontade de encarar Jon Jones e Brock Lesnar

Com luta marcada para o UFC 226, onde enfrentará seu compatriota campeão dos pesos pesados Stipe Miocic no dia 07 de Julho na T-Mobile Arena em Las Vegas, Nevada, nos Estados Unidos, o norte americanoc campeão dos pesos meio-pesados do Ultimate, Daniel “DC” Cormier, nunca foi de esconder que uma suposta aposentadoria pode estar muito próxima e também nunca deixou de reiterar o grande desejo de enfrentar novamente seu algoz, o seu também compatriota e ex-campeão da divisão até 93 kg Jon ‘Bones’ Jones.

Dario Ferrari Rocha Teixeira
Escrevo sobre lutas em geral no Torcedores.com. São Paulino, fã do New England Patriots, Los Angeles Lakers e Los Angeles Dodgers. Noivo da Thays Gomes Lima.

Crédito: Brandon Magnus | Getty Images | /Zuffa LLC.

Em entrevista ao programa norte americano “Ariel Helwani’s Show, Daniel Cormier, falou mais uma vez sobre aposentar-se no ano de 2019, além de também reiterar a vontade de encarar Jon Jones e revelou que outra vontade sua como lutador antes de pendurar suas luvas de 4 onças, é a de bater de frente com o gigante ex-campeão dos pesos pesados Brock Lesnar.

“Acho que posso conseguir mais duas (lutas), posso espremer mais um pouco. Se eu lutar no dia 7 de julho, aposto que posso ganhar uma em novembro e tirar um mês de folga em dezembro, e posso espremer uma no começo de março. Ainda posso lutar . Vencendo Stipe Miocic – e isso tudo depende do UFC, e Alexander Gustafsson pode odiar ouvir isso -, eu gostaria de, em algum momento, lutar com Jones novamente e lutar contra Brock Lesnar. Essas são as duas lutas finais ideais, mas as coisas nem sempre funcionam perfeitamente, mas sinto que isso seria perfeito. Haverá alguns caras chateados com isso, mas tudo bem, eles podem brigar entre si. Estas são apenas as duas maiores lutas que eu poderia ter, e nada mais”, afirmou.

Leia também no TORCEDORES.COM:

A suposta aposentadoria de Daniel Cormier:

Quando indagado sobre o assunto aposentadoria mais uma vez, Daniel Cormier, que terá 40 anos de idade no ano que está por vir, afirmou que retirar-se será uma decisão muito difícil, mas que pretende manter a promessa que fez à sua família.

“Essa decisão é difícil, e sempre senti que posso superar qualquer coisa, ainda posso competir. Não estou saindo do jogo porque não tenho habilidade para competir, mas é uma decisão que tomei há muito tempo e quero manter isso para a minha família”, comentou o campeão meio-pesado.

Mesmo com a vontade de ter mais uma revanche diante de seu desafeto declarado, Daniel Cormier preferiu desdenhar do assunto Jon Jones para afirmar que a oportunidade que terá de ser campeão simultâneo do UFC em duas categorias diferentes é muito maior que qualquer tipo sentimento que ele possa ter por “Bones”.

“Tenho uma oportunidade de ir lá e fazer história. Para mim, tudo ligado a ele (Jones) é irrelevante. É como se ele estivesse enfiando o nariz em um lugar onde ele realmente não deve (…). Isso é muito maior que Jon Jones. Isso é muito maior do que ele. Nunca pensei que seria capaz de dizer isso na minha carreira, que poderia haver algo maior. É maior porque isso é algo que ele não parecia tão aberto a fazer”, finalizou.

As melhores notícias de esportes, direto para você