“Festa de despedida” do México tem prostitutas e escândalos, afirma revista

Prestes a embarcar para a Rússia para a disputa da Copa do Mundo, oito jogadores da seleção mexicana se envolveram em uma grande polêmica no último final de semana. De acordo com a revista local TVNotas, os atletas participaram de uma “festa de despedida”, regada à bebidas alcoólicas e 30 prostitutas.

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter (@cidovieira90)

Crédito: Divulgação - México

A farra ocorreu no último sábado, e teve uma longa duração de 24 horas, terminando em escândalo. A reportagem detalha, que a festa teve muita música, “tragos”, bebidas alcoólicas e garotas de programa, entre os envolvidos estiveram o goleiro Ocho, o zagueiro Carlos Salcedo, os meias Héctor Herrera, Jesús Gallardo, Marco Fabián, Jonathan e Giovani dos Santos, e também o atacante Raúl Jiménez.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

“Chegaram às 22h30 e ali ficaram muito bem acompanhados, com música, tragos, jogos e mulheres. Tinham a noite livre, sem suas namoradas e esposas”, afirmou a fonte, que pediu anonimato à revista.

 

LEIA MAIS:
MÉXICO LIDERA ENTRE AS SELEÇÕES DA COPA DE 2018 MAIS POPULARES NO TWITTER; VEJA O TOP-10
EDERSON: VEJA A TRAJETÓRIA DO GOLEIRO ATÉ A SELEÇÃO BRASILEIRA
TRANSMISSÃO DE COPAS DO MUNDO: SAIBA EM QUE TIPO DE TV CADA MUNDIAL FOI TRANSMITIDO