Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ducati contrata Petrucci para o lugar de Lorenzo na MotoGP

A Ducati agiu rápido a confirmação de Jorge Lorenzo como mais novo piloto da Honda na MotoGP a partir da temporada 2019, e confirmou nesta quarta-feira (6) a contratação de Danilo Petrucci para a vaga deixada pelo espanhol. O italiano defende a Pramac, equipe satélite da fábrica de Borgo Panigalle, desde 2015, e nos últimos dois anos dirige a mesma moto do time oficial.

Leonardo Marson
Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Ducati

O acordo de Petrucci com a Ducati é válido por apenas uma temporada, e confirma o companheiro de equipe de Andrea Dovizioso, atual vice-campeão do mundo. O italiano não escondeu sua satisfação por se tornar piloto de uma equipe oficial, e garante se sentir honrado com a oportunidade oferecida pela equipe italiana.

“Fazer parte da equipe de fábrica é um sonho se tornando realidade. É uma grande honra me tornar um piloto oficial da Ducati, especialmente por alguém como eu, que começou na Ducati como piloto de testes das motos de produção”, comentou Petrucci, que agradeceu aos dirigentes de Pramac e Ducati.

“Antes de tudo, gostaria de agradecer a Paolo Campinoti e Francesco Guidotti [chefes da Pramac], que me deram a chance há quatro anos de correr com uma Ducati na Pramac Racing Team. Sem eles, isso não teria sido possível”, seguiu o italiano.

“Também queria agradecer aos diretores da Ducati – Claudio Domenicali, Gigi Dall’Igna e Paolo Ciabatti – que gostaram de mim primeiro como pessoa e depois como piloto. Mal posso esperar para começar essa nova aventura na equipe de fábrica”, completou Petrucci.

Com a contratação de Petrucci, Jack Miller, outro piloto da Pramac, deve permanecer no time satélite por pelo menos mais uma temporada. Caso isso seja confirmado, o australiano terá como companheiro de equipe o italiano Francesco Bagnaia, anunciado pela Pramac no início do ano e líder da Moto2.

Foto: Ducati