Apesar da frustração na estreia, superstição pode jogar a favor da Argentina.

Empate com a Islândia na estreia? Melhor do mundo perdendo pênalti? Pressão da torcida? Veja as coincidência que podem levar a Argentina ao título na Copa da Rússia.

Bruno Seidel
Publicitário e profissional de Criação na Assessoria de Comunicação da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). Um dos 11 selecionados para cobrir a Copa do Mundo pelo #TimeDoTas.

Crédito: O empate entre Argentina e Islândia na primeira rodada pode implicar no critério dos cartões. (Foto: fifa.com)

Não era a estreia que os argentinos esperavam. O time de Lionel Messi é o atual vice-campeão mundial e que chegou na Rússia mirando o tricampeonato. Bem diferente da estreante seleção da Islândia, que não possui tradição nenhuma no futebol e ainda representa um país com 330 mil habitantes. É a menor população de um país que já disputou a Copa do Mundo.
Mas como futebol são onze contra onze, nada disso entra em campo. E, apesar do amplo favoritismo, o time argentino não conseguiu os três pontos almejados. O empate em 1 a 1 teve um gosto amargo para o sul-americanos e sabor de vitória para os simpáticos escandinavos. Principalmente pelo roteiro do jogo: a Argentina largou na frente com um gol de Sergio ‘Kun’ Aguero. A zebra europa não tardou a empatar, com Alfred Finnbogason, ainda na primeira etapa.

torcida-islandia

Foto: fifa.com

 

Foi no segundo tempo, porém, que tivemos o lance mais emblemático do jogo. O argentino Lionel Messi, um dos melhores jogadores da história do futebol e um dos principais nomes dessa Copa, ficou encarregado de bater o pênalti que poderia colocar a Argentina novamente em vantagem no placar. Mas quem brilhou mesmo foi o goleirão Hannes Halldórsson. O arqueiro, que também é diretor de filmes publicitários, defendeu o gol que poderia ter selado a vitória dos favoritos e foi eleito o “homem do jogo”.

Curiosidade: Halldórsson dirigiu esse emocionante comercial que vai fazer você torcer mais ainda pela Islândia nessa Copa.

Com o empate em 1 a 1, os argentinos lamentam a chance de começar o mundial com uma vitória que já estava nos planos. Pior ainda: tiveram que engolir a cena de seu principal astro desperdiçando um pênalti.
Mas para quem curte coincidências e quer enxergar um desfecho mais feliz para os hermanos, tivemos um episódio bem semelhante na última Euro Copa, há dois anos atrás. Foi a estreia da Islândia em competições oficiais. O adversário era outro time que tinha o “melhor do mundo” no elenco: Portugal de Cristiano Ronaldo. Os portugueses eram favoritos, claro, mas o jogo acabou empatado. O placar foi 1 a 1.

islandia 1x1 portugal

Foto: fifa.com

Cristiano Ronaldo era o centro das atenções, assim como Messi. No jogo seguinte na Euro, contra a Áustria, o CR7 teve a oportunidade de balançar as redes numa cobrança de pênalti. E, adivinha só? Errou! Portugal acabou empatando com a Áustria em 0 a 0 e teve que aturar a pressão da torcida e da imprensa.

Mas, apesar do começo decepcionante, os portugueses conseguiram evoluir durante a competição, avançaram até a final e conquistaram o título. A consagração definitiva veio na decisão contra a França, dona da casa, num jogo em que Cristiano Ronaldo se lesionou e precisou abandonar o campo ainda no primeiro tempo.
Se os argentinos quiserem ter um final feliz nessa Copa, terão que seguir um roteiro bem parecido com esse de Portugal. Mais do que isso: precisam vencer sem depender exclusivamente de seu grande craque, pois ele também erra de vez em quando.
E falando em Cristiano Ronaldo, o craque português teve um começo de Copa bem mais feliz do que seu “arquirrival”. Ele fez três gols na estreia contra a Espanha (um deles, curiosamente, de pênalti) e já desponta na briga pela artilharia do torneio.

 

CR7

Foto: fifa.com

 

Para mais curiosidades e coincidências como essa, continue acompanhando as matérias do #TimeDoTas na cobertura da Copa do Mundo FIFA 2018, aqui no Torcedores.com.