Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Com péssimo aproveitamento, Fernando Diniz é demitido do Atlético-PR; saiba mais detalhes

O Atlético-PR demitiu, na manhã desta segunda-feira (25), o técnico Fernando Diniz. Contratado para treinar o Furacão no começo do ano, após recusa de Clarence Seedorf, o treinador comandou a equipe paranaense em vinte e um jogos. O aproveitamento de pontos foi baixo: 34%. Em números, foi o pior diretor técnico do Rubro-Negro desde a saída de Roberto Fernandes, em 2008.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Youtube/Reprodução

Celebrado por ser um técnico que notadamente e declaradamente gosta de armar equipes com futebol bonito e vistoso, Fernando Diniz chegou ao Atlético-PR no dia 03 de janeiro. Como e de praxe no Atlético-PR, não jogou o Campeonato Paranaense. O Furacão utiliza seus atletas de base, e não os profissionais, no torneio estadual. Sem a sua batuta, a garotada atleticana sagrou-se campeã. Enquanto isso, o treinador treinava a equipe principal.

A equipe avançou na Copa do Brasil, eliminando Caxias, Tubarão, Ceará e São Paulo nas primeiras fases. Nas oitavas-de-final, a derrota por 2×1 em casa para o Cruzeiro instalava de vez a crise no Furacão.

Fernando Diniz teve um bom início no Furacão. Teve oito jogos invencibilidade – três vitórias e cinco empates. Depois, porém, a equipe desandou. Nas últimas treze partidas, o técnico teve uma vitória, quatro empates e nove derrotas – somando todas as competições disputadas.

A partir de agora, o clube paranaense busca um novo técnico para começar a intertemporada com a equipe durante a parada para a Copa do Mundo.

LEIA MAIS
Atlético-PR x São Paulo: conheça os atleticanos que fizeram a “freguesia” na Arena da Baixada
Você sabe tudo do confronto entre Grêmio e Atlético-PR?
5 motivos para acreditar na vitória e na classificação do Furacão na Libertadores
Atlético-PR vence o Vasco pela primeira vez com mando vascaíno
Conheça o retrospecto entre Atlético-PR e Bahia, com vantagem paranaense
Relembre polêmicas que envolveram as diretorias da dupla Atletiba
Brasileirão mostra que trocar de técnico não ajuda clubes na tabela