Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ex-jogador da NFL acusado de agressão à ex-namorada assina com o UFC; saiba mais

O Ultimate Fighting Championship (UFC) juntou mais uma polêmica para sua coleção. De acordo com Brett Okamoto, jornalista da ESPN americana, a organização oferecerá um contrato para o lutador Greg Hardy. Até aí, nenhum problema. Mas o atleta, que jogava como defensive end na NFL, foi suspenso e pela liga e quase foi preso por conta de uma agressão contra sua ex-namorada.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

Antes de assinar com o UFC, Greg Hardy era um jogador muito respeitado na linha defensiva do Carolina Panthers, franquia da NFL qual ficou até 2014. Nesse ano, a ex-namorada do atleta, Nicole Holder, alegou agressões contra o atleta. Ela disse que foi agredida no banheiro, arrastada até o quarto e, depois, arremessada em um sofá cheio de armas. As fotos do corpo de Nicole são esclarecedoras:

Inicialmente, Hardy foi condenado a 60 dias de prisão e 18 meses de liberdade vigiada. Entretanto, como sua ex-namorada não apareceu no julgamento, ele se livrou da pena. A suspensão da NFL, de dez jogos, foi diminuída para quatro.

Em 2015, ele foi contratado pelo Dallas Cowboys. Pouco depois,apareceu com uma pistola semi-automática – o que fez com que a NFL revisasse o caso. Um ano depois, ele foi flagrado com cocaína e detido.

Hardy anunciou, em outubro de 2016, que viraria lutador de MMA. Ele estreou em novembro de 2017, na categoria peso-pesado. Em junho de 2018, fez sua quarta luta e venceu a quarta – a terceira com nocaute em menos de um minuto.

LEIA MAIS
Holanda se torna segundo país europeu com dois campeões no UFC
Saiba como assistir à luta entre Floyd Mayweather e Conor McGregor – May-Mac
Jogador da NFL aparece em rede social com camisa do São Paulo; veja
Kickoff Game da NFL é hoje; veja curiosidades sobre o jogo de abertura

As melhores notícias de esportes, direto para você