Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Hope Solo critica futebol nos Estados Unidos: ”Virou um esporte de crianças brancas e ricas”

Durante evento, Hope Solo afirmou que o esporte atualmente promoveria uma exclusão social entre as minorias do país.

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Foto: Reprodução/ Twitter

Qual seria a razão para os Estados Unidos não terem se classificado para a Copa da Rússia? Segundo a goleira Hope Solo, a justificativa para o fracasso nas eliminatórias da Concacaf seria que o futebol em território americano se tornou um esporte onde só pessoas ricas podem praticá-lo. Diante disso, diversos jovens talentos das classes sociais mais baixas não tem chance de prosperar na carreira profissional por não terem dinheiro.

LEIA MAIS:

Di Maria revela que carta do Real Madrid tentou impedi-lo de jogar final da Copa de 2014: ”Rasguei antes mesmo de abrir”

Durante a conferência esportiva Hashtag Sports, Solo foi dura em suas declarações, afirmando que possivelmente não poderia praticar o futebol hoje em dia se fosse criança, devido as exigências financeiras.

”O preço em média para se praticar futebol hoje nos Estados Unidos é de 15 mil dólares por ano. Imagine se você tiver dois ou três filhos. 15 mil dólares por ano só para jogar-se futebol. [ …]”

”Estão praticamente dizendo para estas crianças: ‘Você pode ser o melhor do mundo um dia, mas você nunca poderá jogar pelo seu país, pois você não tem dinheiro para isso’. Eu percebi que se fosse parte desse sistema hoje… Vocês sabem, eu joguei as Olimpíadas de 2004, 2008, 2012 e 2016. Eu teria potencial para seguir meus sonhos e minha família não teria condição de pagar para me colocar no futebol se eu fosse uma criança hoje em dia. Então eu percebi que nunca seria capaz de seguir meus sonhos.”

‘Nós excluímos as comunidades hispânicas. Nós excluímos nossas comunidades negras. Nós excluímos as comunidades sub-representadas, até mesmo as comunidades rurais, então o futebol nos Estados Unidos agora é um esporte de crianças brancas e ricas.”

”Então temos que nos perguntar: Bem, não é de admirar por que não estamos nos classificando para a Copa do Mundo quando excluímos uma enorme população de jovens talentosos jogadores de futebol. E essa é a situação do esporte agora.”

Hope Solo voltou a causar polêmica no esporte. Ela não joga pela equipe nacional desde 2016, após ter insultado jogadoras da seleção sueca durante a Olimpíada e ser suspensa da seleção por seis meses.