LFA 43: Brendan Allen nocauteia Larry Crowe no primeiro round; Gleidson Moraes vence no Texas/USA

Foi realizado nesta sexta-feira (22), no Beaumont Civic Center, em Beaumont, Texas, nos Estados Unidos, a 43ª edição do Legacy Fighting Alliance, que contou com a presença de um brasileiro no card.

Dario Ferrari Rocha Teixeira
Escrevo sobre lutas em geral no Torcedores.com. São Paulino, fã do New England Patriots, Los Angeles Lakers e Los Angeles Dodgers. Noivo da Thays Gomes Lima.

Crédito: Rich Burmaster

Na luta principal do LFA 43, Brendan Allen nocauteou Larry Crowe com pouco mais de dois minutos de luta, ainda no primeiro round e anotou seu novo triunfo na carreira, enquanto Crowe amargou o sétimo revés como profissional.

No co-main event, Jake Heffernan fez um lutão diante de Peter Stanonik na decisão unânime dos árbitros laterais, enquanto em uma das principais lutas da noite, Cameron Graves aplicou um nocautaçõ pra cima de Jordan Titoni com um chutaço na cabeça seguido de socos no terceiro round.

Leia também no TORCEDORES.COM:

O brasileiro no card do LFA 43:

Único brasileiro do card, Gleidson Moraes fez uma luta muito parelha diante de Nicolas Escheverry e venceu na decisão dividida dos árbitros laterais. O tupiniquim anotou seu sétimo triunfo como profissional no MMA.

Confira abaixo os resultados completos do LFA 43: Allen vs. Crowe:

  • Brendan Allen derrotou Larry Crowe por nocaute técnico (Scos) aos 2m:06s do primeiro round;
  • Jake Heffernan derrotou Peter Stanonik por decisão unânime dos juízes;
  • Cameron Graves derrotou Jordan Titoni por nocaute técnico (chute na cabeça + socos) aos 3m:38s do terceiro round;
  • Gleidson Moraes derrotou Nicolas Escheverry por decisão dividida dos juízes;
  • Kolton Englund derrotou Justin Prescott por decisão unânime dos juízes;
  • Itzel Esquivel derrotou Desiree Yanez por finalização com um armlock aos 3m:34s do primeiro round;
  • Jeremy Hard derrotou Joel Moore por nocaute técnico (socos e cotoveladas) aos 2m:54s do primeiro round;
  • Ramiro Castillo derrotou Christian Lira por decisão dividida dos juízes;
  • Joel Scott derrotou Jeremiah Castillo por finalização com uma guilhotina (tempo não informado) no primeiro round.