Futebol

Loss tem aproveitamento no Corinthians pior do que Adilson, Cristovão e Oswaldo

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Desde a saída de Fábio Carille do Corinthians para o futebol árabe, Osmar Loss assumiu o seu lugar no comando técnico do clube. O ex-assistente e ex-treinador da base comandou o clube em sete partidas, com quatro derrotas, dois empates e só uma vitória em sete jogos. São 23% de aproveitamento sob o comando de Loss.

O Corinthians ficou conhecido nos últimos anos por manter uma filosofia de jogo de organização tática e uma defesa forte. Na fase mais vitoriosa do clube, desde quando voltou da Série B do Campeonato Brasileiro, é reconhecido que em três momentos o Corinthians fugiu dessas características. Adilson Baptista, Cristovão Borges e Oswaldo de Oliveira foram os responsáveis pelos piores momentos do timão nos últimos dez anos. Pelo menos eram até agora.

Corinthians e seus deslizes

No ano de 2010, quando Mano Menezes deixou o clube e assumiu a seleção brasileira, Adilson foi contratado. Sob o comando do treinador, o Corinthians teve sete vitórias, quatro empates e seis derrotas em 17 jogos. O aproveitamento de Adilson foi de 49%.

A nova mudança que causou certa turbulência no Corinthians aconteceu novamente por conta da seleção brasileira, em 2016. Tite deixou o clube e foi realizar o sonho de disputar uma Copa do Mundo. Cristovão Borges foi contratado em seu lugar. O treinador teve 48% de aproveitamento. Foram sete vitórias, cinco empates e seis derrotas em 18 jogos.

Após demitir Cristovão, a diretoria resolveu apostar em Oswaldo de Oliveira, que havia sido campeão do mundo comandando o Corinthians em 2000. Na segunda passagem, Oswaldo durou apenas nove partidas, com 37% de aproveitamento. Foram duas vitórias, quatro empates e três derrotas.

Se formos fazer uma comparação de Osmar Loss com seu antecessor, Fábio Carille, a diferença é maior. Sob o comando do antigo treinador, o timão teve 59 vitórias, 32 empates e 23 derrotas. Foram 114 jogos e aproveitamento de 61%.

LEIA MAIS

Corinthians tem pior campanha no Brasileirão desde 2012

Apenas um dos últimos três líderes do Brasileiro durante parada da Copa foi campeão