Mohamed Salah é o principal Faraó desta dinastia egípcia

Mohamed Salah e mais dez! É assim que avaliamos a seleção do Egito, que participa de sua primeira Copa do Mundo desde 1990. Será que os Faraós conseguem chegar à segunda fase? Eles não conseguiram este feito nas duas vezes que estiveram presentes da maior festa do velho esporte bretão. Confira abaixo os prognósticos desta seleção africana, de acordo com o Oddsshark.com.

Odds Shark
Parceiro do Torcedores.com.

Crédito: Crédito: Mohamed Salah (Facebook Oficial).

 

Egito precisa de mais Salahs

O Egito não teve dificuldades nas eliminatórias africanas. Depois de se impor ao Chade no mata-mata, terminou em primeiro no quadrangular contra Congo, Gana e Uganda.

Quando sai de seu continente, porém, os egípcios parecem bastante limitados. Está certo que Mohamed Salah é craque e é artilheiro, mas futebol é um esporte coletivo. Como ele sustentará outros dez em campo? Além do mais, por causa da contusão sofrida na final da Champions League, não sabemos ainda se ele estará cem por cento quando a Copa começar.

Semana passada, os Faraós realizaram um amistoso na Cidade do Kuwait, contra o Kuwait, 160º do ranking da FIFA. A peleja terminou 1 a 1. Além do goleirão fazer milagres lá trás, Ayman Ashraf salvou o Egito da derrota nove minutos antes do apito final.

No sábado, em Bérgamo, Itália, novo empate. Desta vez foi sem gols contra a forte Colômbia. A trave impediu que James Rodríguez fizesse o gol da vitória. Os sul-americanos foram com sua força máxima, que teve também Yerry Mina, Miguel Borja e Falcao García, e encurralaram os egípcios que ficaram satisfeitíssimos com a igualdade. O arqueiro David Ospina nem foi exigido.

A preparação dos Faraós ainda tem um amistoso programado contra a Bélgica, em Bruxelas.

 

Apostas no Egito

Campeão africano em sete oportunidades, tem gente fanática que sonha com o título mundial. O Egito está cotado junto com Islândia, Nigéria, Peru, Senegal e Sérvia, oferecendo R$ 201 / um.

O sorteio trouxe sorte aos Faraós, que caíram no Grupo A, que tem a Rússia, como cabeça-de-chave. Completam a chave Uruguai e Arábia Saudita. As estatísticas para vencer o quadrangular dizem que os Charrúas passam em primeiro e estão avaliados em R$ 2,00 / um. Os anfitriões têm boas possibilidades de ultrapassar a Celeste e pagam R$ 2,25 / um. O Egito corre por fora com seus R$ 6,50 / um. Finalmente, lá trás, vem a zebrassa da Arábia Saudita, com R$ 34,00 / um.

Quem torce para o Egito e, quer porque quer, vê-lo nas oitavas de final, concorre a R$ 2,60 / um para que o Cairo tenha um carnaval fora de época. Como sua desclassificação é muito mais iminente, paga-se R$ 1,50 / um por ela, segundo as casas de apostas esportivas.

 

Chuteira de Ouro improvável para Salah

Apesar de ter sido um dos responsáveis pela boa campanha do Liverpool na temporada 2017/18, Salah está lá trás no ranking de favoritos a se tornar o artilheiro do Mundial. Isso porque os odds indicam que o Egito provavelmente só fará três apresentações na Rússia.

Lionel Messi e Neymar disputam o posto de principal favorito a ser o artilheiro. Salah é o 23º mais provável goleador, junto com Mario Gómez, Paulo Dybala, Radamel Falcao, Jamie Vardy, Mauro Icardi e James Rodríguez.

Clique em Oddsshark.com para maiores informações.

 

Outrights pelo título (clique em Oddsshark.com para saber mais):

1º Alemanha – R$ 5,50 / um.

1º Brasil – R$ 5,50 / um.

3º Espanha – R$ 7,00 / um.

4º França – R$ 7,50 / um.

5º Argentina – R$ 10,00 / um.

6º Bélgica – R$ 12,00 / um.

7º Inglaterra – R$ 17,00 / um.

8º Portugal – R$ 26,00 / um.

9º Uruguai – R$ 29,00 / um.

10º Croácia – R$ 34,00 / um.

11º Colômbia – R$ 41,00 / um.

11º Rússia – R$ 41,00 / um.

13º Polônia – R$ 67,00 / um.

14º Dinamarca – R$ 101 / um.

14º México – R$ 101 / um.

14º Suíça – R$ 101 / um.

17º Suécia – R$ 151 / um.

18º Egito – R$ 201 / um.

18º Islândia – R$ 201 / um.

18º Nigéria – R$ 201 / um.

18º Peru – R$ 201 / um.

18º Senegal – R$ 201 / um.

18º Sérvia – R$ 201 / um.

24º Austrália – R$ 301 / um.

24º Japão – R$ 301 / um.

26º Costa Rica – R$ 501 / um.

26º Irã – R$ 501 / um.

26º Marrocos – R$ 501 / um.

29º Coreia do Sul – R$ 751 / um.

29º Tunísia – R$ 751 / um.

31º Arábia Saudita – R$ 1.001 / um.

31º Panamá – R$ 1.001 / um.