NBB

NBB: Festa dos Melhores do Ano premia destaques da temporada

Publicado às

Jornalista. Fascinado por contar (e ouvir) histórias. Vive o futebol 48h por dia.

Crédito: Festa dos Melhores do Ano aconteceu nesta última quarta (Divulgação/Twitter/NBB)

Na noite desta última quarta-feira (13/06), a temporada da principal liga de basquete do país, o NBB, foi oficialmente encerrada. Em evento realizado em São Paulo, o Novo Basquete Brasil premiou os destaques da temporada na Festa dos Melhores do Ano. Personagens tarimbados da premiação voltaram a ser nomeados entre os melhores da última edição da liga.

Prêmio mais desejado do NBB, o MVP ficou com um jogador com histórico na premiação. O ala Marquinhos, do Flamengo, conquistou a honraria pela terceira vez na carreira. Além de Jogador Mais Valioso (MVP), o atleta conquistou o Trófeu Oscar Schimdt, como cestinha da temporada, foi eleito para o quinteto ideal, entre os melhores da competição.

“Fico feliz demais por esse prêmio. De dez edições do NBB, joguei nove, e fui três vezes MVP. Essa temporada foi muito especial para mim, pois no ano anterior nós (Flamengo) sofremos uma eliminação precoce nas quartas de final do NBB e isso frustrou muito a todos. Foquei muito para essa nova temporada para melhorar vários aspectos do meu jogo. Felizmente consegui colocar em prática e acabei premiado como MVP e Melhor Ala”, afirmou Marquinhos.

Outro nome com histórico na Festa dos Melhores do Ano do NBB foi treinador Gustavo De Conti, campeão com o Paulistano. Oficializado como o novo técnico do time do Flamengo, o comandante foi eleito o melhor técnico da temporada, o que lhe rendeu o troféu Ary Vidal. Foi a terceira conquista de Gustavo na categoria – o treinador também conquistou em 2014 e 2017.

“Ninguém ganha nada sozinho, nem o MVP, nem o melhor treinador, nem o melhor de qualquer outra posição. É um conjunto de fatores e muitas pessoas que colaboram. No meu caso a comissão técnica, os jogadores. Mesmo assim eu fico feliz, porque é um reconhecimento, principalmente pelas pessoas que votaram, que são pessoas ligadas ao basquete, e minha família fica muito feliz, o pessoal da comissão técnica também fica muita feliz, então é algo muito gratificante para mim”, disse o técnico, que também é conhecido como Gustavinho.

Confira todos os vencedores dos prêmios individuais do NBB CAIXA 2017/2018:

MVP (Jogador Mais Valioso): Marquinhos (Flamengo)
Melhor Armador: Elinho (Paulistano/Corpore)
Melhores Alas: Cauê Borges (Banrisul/Caxias Basquete) e Marquinhos (Flamengo)
Melhores Pivôs: Tyrone (Mogi das Cruzes/Helbor) e Hettsheimeir (Sendi/Bauru Basket)
Melhor Técnico (Troféu Ary Vidal): Gustavo De Conti (Paulistano/Corpore)
Melhor Estrangeiro: Tyrone (Mogi das Cruzes/Helbor)
Destaque Jovem: Gabriel Jaú (Sendi/Bauru Basket)
Melhor Sexto Homem: Deryk Ramos (Paulistano/Corpore)
Jogador que Mais Evoluiu: Wesley (Minas Tênis Clube)
Melhor Defensor: Jimmy (Mogi das Cruzes/Helbor)

Cestinha (Troféu Oscar Schimdt): Marquinhos (Flamengo) – média de 17,9 pontos por jogo
Líder em rebotes: Leozão (Solar Cearense) – média de 8,7 por jogo
Líder em assistências: Gegê (Minas Tênis Clube) – média de 7,0 por jogo

Melhor ataque: Paulistano/Corpore – média de 84,0 pontos por jogo
Melhor defesa: Sesi Franca Basquete – média de 71,5 pontos sofridos por jogo
Equipe Fair Play: Vasco da Gama

Melhor árbitro: Cristiano Maranho (SC)
Melhor Trio de Arbitragem: Cristiano Maranho (SC), Fabiano Huber (GO) e Diego Chiconato (PR)
Árbitro revelação: Ramiro Marques Inchauspe (RS)

 LEIA MAIS

Flamengo anuncia contratação de Jhonatan Luz, campeão pelo Paulistano