Notas dos jogadores da Polônia: O time sem meio campo

Neste domingo em Kazan, Polônia x Colômbia se enfrentaram pela 2° rodada do Grupo H da Copa do Mundo. As equipes entraram em campo às 15 horas (Horário de Brasília) e a Polônia perdeu para a Colômbia por 3 a 0. Veja a análise e notas dos jogadores poloneses.

Joao Rafael Pinheiro
Jornalista em formação pela FAPCOM. Repórter esportivo na Web Rádio Futgol Esportes. Setorista da Chapecoense no Torcedores.com. Fã de automobilismo

Crédito: Getty Images

No primeiro tempo, a Polônia sofreu com a alta marcação dos adversários. Jogando em um 3-4-3, a equipe teve muitas dificuldades para sair jogando. Devido a isso, o zagueiro Piszczek foi o campeão em passes errados, cinco no total. Mesmo dependendo da ligação direta, a Polônia conseguiu chegar algumas vezes ao gol de Ospina. Foram quatro finalizações, somente uma cabeçada de Lewandowski no gol sem perigo a Ospina. As demais finalizações tomaram o rumo para fora do gol. Já no sistema defensivo, o time vermelho e branco sofreu com as investidas de Cuadrado, James e Quintero. Muitas bolas nas costas de Pazdan, de onde saiu o gol de Mina aos 39 minutos do primeiro tempo.

Já no segundo tempo, o sistema defensivo da Polônia agiu de forma errada. Muitos zagueiros, e nenhuma formação no meio campo. Ou seja, sempre havia um buraco entre a defesa e o ataque. A equipe conseguiu chegar apenas duas vezes com mais perigo, mas esbarrou em Ospina. O treinador mexeu tarde e a equipe caiu de rendimento ao fim do jogo. Com a derrota, a Polônia está fora da Copa

Notas individuais dos jogadores

Szczesny: Sofreu com a defesa lenta e as chegadas dos colombianos. Teve culpa no primeiro gol, pois tomou decisão tardia. Nos dois seguintes, não tinha o que fazer. Nota 4,0;

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Piszczek: Oito passes errados definem o lateral/zagueiro do Borussia Dortmund. Limitado a deficiência de sua equipe pouco pode fazer. Ainda terminou a partida com um cartão amarelo. Nota 3,5;

Bednarek: Mesmo caso de Piszczek, foi frágil na zaga e por insistência do técnico sofreu com o ataque adversário. Nota 3,5;

Pazdan: O pior da zaga. Sofreu com as chegadas de Cuadrado, James e companhia pelo lado esquerdo da defesa. Ao fim foi substituído. Nota 3,0;

Bereszynski: Sumido na primeira etapa, voltou bem no segundo tempo. Teve a oportunidade de fazer um gol, mas Ospina mandou para escanteio. Depois disso voltou a ficar sumido na partida. Nota 4,5;

Krychowiak: Um dos principais nomes da equipe, pouco fez do que se esperava. Limitado as bolas longas para Lewandowski, teve uma oportunidade no segundo tempo. Porém parou na defesa de Ospina. Nota 5,0;

Goralski: Três desarmes para o camisa 6, mas muito perdido tanto na hora de defender quanto ao atacar. Tomou um cartão amarelo por falta e estava sem psicológico ao final do jogo. Nota 3,5;

Rybus: Como um ponta no ataque, e mais um homem na hora de defender. Teve uma finalização na partida e errou quatro passes. Ficou mais tempo marcando as decidas de Arias do que com a bola. Nota 4,0;

Zielinski: Se no primeiro tempo pouco apareceu, voltou ligado na segunda etapa. Nos primeiros cinco minutos fez umas das principais jogadas de sufoco em busca do empate. Depois sumiu do jogo. Nota 4,5;

Lewandowski: Capitão, Lewandowski foi quem mais procurou fazer algo pela Polônia na partida. Com quatro finalizações, duas dessas no gol, o atacante não conseguiu levar sua seleção à glória. Ainda sim foi o melhor polonês na partida. Nota 5,5;

Kownacki: Entrou aos 12 minutos da segunda etapa e ainda fez uma finalização. Sofreu com os ataques da Colômbia. Nota 4,0;

Teodorczyk: Pouco fez em 25 minutos em campo. Nota 2,5;

Glik: Com 10 minutos em campo, nada pode fazer. Sem nota

Adam Nawalka: Escalou mal a equipe e caiu no sistema da Colômbia. Ficou sem meio campo a partida toda, e mesmo a Colômbia em vantagem manteve três zagueiros ao invés de ir ao ataque. Fez substituições tardias e eliminou a sua seleção da Copa. Nota 1,0.

LEIA MAIS
SAIBA O QUE O JAPÃO PRECISA NA ÚLTIMA RODADA PARA SE CLASSIFICAR ÀS OITAVAS DA COPA
NOTAS DOS JOGADORES DA COLÔMBIA: JOSÉ PÉKERMAN DESTRÓI TÁTICA POLONESA E GARANTE VITÓRIA