Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Opinião: Rússia vence desconfiança e está praticamente classificada para a próxima fase

A Rússia bateu o Egito por 3-1, chegou aos 6 pontos e somente uma combinação muito improvável de resultados poderia tirar os russos das oitavas de final. A Rússia cumpre seu principal objetivo na primeira Copa que realiza em casa: passar da primeira fase.

Thiago Barros
Colaborador do Torcedores

Crédito: Getty Images

A Rússia chegou ao Mundial com muitas desconfianças. A seleção ficou uma série de amistosos sem vencer e gerou crise com a opinião pública nacional ao perder para a Áustria e empatar com a Turquia nos amistosos um pouco antes do Mundial. Na Copa, no entanto, os russos brilharam e venceram seus dois primeiros jogos. A Rússia praticamente passa de fase, mas não sabemos o que esperar daqui pra frente.

Vale lembrar que o grupo da Rússia cruza com o grupo das temidas seleções de Portugal e Espanha. Recentemente, a Rússia empatou com a Espanha. Na última Copa das Confederações, em 2017, a Rússia deu muito trabalho para Portugal, que venceu com gol de CR7 por 1-0.

A Rússia está visivelmente bem organizada e cheia de confiança. Antes do provável duelo de oitavas de final, que só não ocorreria em caso de um verdadeiro milagre, a Rússia decidirá com o Uruguai quem fica em primeiro e segundo do grupo. A tendência é que os russos joguem pelo empate, a não ser que o Uruguai vença a Arábia por 8 gols de diferença.

Cheryshev, mais uma vez, fez uma excelente partida. O meia marcou muito bem e apareceu para definir grande jogada de Mario Fernandes. Cheryshev chegou aos três gols na Copa e alcançou Cristiano Ronaldo na artilharia da competição.

Dzuyba, que substituiu Smolov no primeiro jogo, começou com titular na partida de hoje. Com 1,96m, Duzyba levou vantagem física sobre os faraós. Ele fez um belíssimo gol ao receber, matar no peito, driblar Gabr com habilidade e mandar para o fundo das redes. No jogo de abertura, Dzuyba marcou de cabeça poucos segundos depois de entrar.

A seleção russa encanta, mas é preciso ressaltar que Arábia Saudita e Egito não são adversários de grande nível. Mesmo com Salah em campo, o Egito mostrou muita insegurança defensiva. A Rússia, por outro lado, conseguiu confiança. O que acontecerá nos confrontos contra seleções de maior potencial só saberemos a partir do jogo contra o Uruguai na segunda-feira e, sobretudo, na fase oitavas de final, possivelmente contra Portugal ou Espanha. Por enquanto, os russos comemoram o melhor ataque da Copa do Mundo.