Pace Car bate durante volta de apresentação do GP de Detroit da Indy

Um fato inusitado atrasou o início da segunda corrida do Grande Prêmio de Detroit, oitava etapa da temporada da Indy. O Pace Car, veículo responsável por puxar o ritmo dos pilotos durante as voltas de apresentação antes do início da prova perdeu o controle em uma das curvas do circuito montado nas ruas da Ilha Bela e acertou o muro de proteção, ficando com a frente destruída.

Leonardo Marson
Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: reprodução/TV

O carro era um Corvette e não era conduzido por um piloto profissional. O acidente fez com que Alexander Rossi, pole position da prova, e todos os outros 22 pilotos que formam o grid do GP de Detroit parassem na pista, sendo orientados a retornar aos boxes momentos depois.

O incidente com o Pace Car, apesar de inusitado, não é inédito na Indy. Em 2014, Arie Luyendyk, holandês que tem no currículo duas vitórias nas 500 Milhas de Indianápolis, perdeu o controle do Safety Car e bateu durante uma verificação de pista no GP de Toronto de 2014. Chovia muito na oportunidade, o que forçou a direção da categoria americana a transferir a prova para o dia seguinte, fazendo duas corridas.

A corrida foi iniciada com um atraso de 45 minutos.