Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ex-Palmeiras decide e Colômbia vai às oitavas de final da Copa do Mundo

Estão definidos os dois classificados do Grupo H da Copa do Mundo da Rússia. Nesta quinta-feira, a Colômbia contou com um gol do ex-palmeirense Mina para, na Cosmos Arena, em Samara, vencer Senegal por 1×0. O outro classificado foi o Japão, que avançou por ser mais disciplinado que os africanos.

Bruno Nunes Loreto
Formado em Jornalismo na Universidade de Santa Cruz do Sul, UNISC. Amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Grêmio e Fluminense.

Crédito: De cabeça, Mina decidiu para a Colômbia (Foto: Getty Images)

Primeiro tempo

Com 12 minutos, a Colômbia assustou pela primeira vez. Depois de Quintero cobrar falta da frente da área, Ndiaye se esticou e espalmou para o lado.

Aos 16’, depois de invadir a área, Mané foi derrubado por Sanchez e o árbitro sérvio Milorard Mazic apontou pênalti. Após a revisão no vídeo, no entanto, a penalidade foi anulada.

De cabeça, o artilheiro colombiano Falcao Garcia teve boa chance aos 24’. Em levantamento para a área, o camisa 9 tocou para fora, mas o lance acabou invalidado por impedimento.

Logo com meia hora de jogo, a Colômbia perdeu o artilheiro da Copa do Mundo de 2014. Lesionado, James Rodríguez deixou o campo para a entrada de Muriel.

Segundo tempo

Após o intervalo, Senegal, com a vantagem do empate para ir às oitavas, se concentrou na marcação e tentativas de contra-ataques. Por outro lado, a Colômbia, precisando vencer, e sem seu camisa 10, passou a dominar a posse da bola no campo ofensivo.

A primeira tentativa de finalização foi dos africanos. Com 15 minutos, Mané sofreu falta e, na cobrança, escorregou, chutando por sobre a meta de Ospina.

Pouco depois, aos 19’, Muriel pegou a sobra de um cruzamento na área e finalizou em cima de Koulibaly. Na sequência, depois de cobrança de escanteio, Falcao Garcia cabeceou mal, para fora.

O gol que inaugurou o placar saiu aos 28 minutos. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Mina, ex-Palmeiras e atualmente no Barcelona, testou firme, para o chão, colocando a Colômbia na frente.

O tento anotado foi o segundo do defensor na Copa do Mundo de 2018. Também de cabeça, Mina abriu o caminho para a vitória por 3×0 sobre a Polônia, na segunda rodada.

Sendo eliminado, Senegal se viu obrigado a ir para cima. Aos 31’, Ospina salvou sua seleção em tentativa de Niang. No minuto seguinte, depois de um escanteio, o goleiro colombiano evitou um gol contra de Mina. Com 33’, Sarr tentou de primeira, mas não chutou bem.

Situação final do Grupo H

Com a vitória, a Colômbia terminou com seis pontos e na liderança do Grupo H. A segunda colocação ficou com o Japão, que perdeu para a Polônia, por 1×0, mas ficou com a vaga, com quatro pontos, por conta do número de cartões.

O Senegal, que empatou em tudo com os japoneses, menos no quesito fair play, ficou com os mesmos quatro pontos. Enquanto os senegaleses receberam seis cartões, o Japão foi punido em apenas quatro oportunidades.

A Polônia, com três pontos, fechou na última posição depois de ter sido a única a entrar eliminada na terceira rodada.

Ficha técnica de Senegal x Colômbia:

Local: Cosmos Arena, em Samara (Rússia)
Data: 28 de junho de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Milorard Mazic (Sérvia)
Assistentes: Milovan Ristic (Sérvia) e Dalibor Cjurdjevic (Sérvia)

Escalações:

Senegal: Khadim Ndiaye; Sabaly (Wagué), Koulibaly, Salif Sané, Gassama; Kouyate, Gueye; Keita Bald (Konate) e, Sadio Mané, Ismaila Sarr e Niang (Sakho)

Colômbia: Ospina; Arias, Yerry Mina, Davinson Sanchez, Mojica; Carlos Sanchez, Uribe (Lerma); Cuadrado, James Rodriguez (Muriel), Quintero e Falcao Garcia (Borja)