Futebol

Presidente do Atlético-MG sofre lesão comemorando gol no estádio; entenda

Publicado às

Estudante do 9º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.

Sette Câmara Atlético-MG

Crédito: Presidente Sette Câmara "premeditou" tragédia na Copa do Brasil (Foto: Bruno Cantini/Atlético)

A virada do Atlético-MG, na noite de ontem, 13, contra o Ceará, deixou a equipe na vice-liderança do Brasileirão antes da pausa para a Copa do Mundo, mas foi marcada por um fato preocupante e ‘inusitado’. Durante a comemoração do gol de Luan, que garantiu o 2×1, o presidente do clube, Sérgio Sette Câmara sofreu uma lesão.

Em entrevista coletiva após a vitória, o técnico Thiago Larghi revelou que o mandatário rompeu o tendão de aquiles da perna direita. A expectativa é que Sette Câmara passe por cirurgia nesta semana.

“Hoje (quarta-feira), infelizmente, na comemoração do gol do Luan, o presidente sofreu uma lesão no tendão de aquiles. Ele está dentro do vestiário agora, lamentando com os doutores. Provavelmente, vai passar por uma cirurgia amanhã (quinta-feira) devido a isso. Claro, num momento de extrema felicidade isso aconteceu. Somos seres humanos, estamos sujeitos a esse tipo de coisa. Um acidente num momento de vitória, de alegria. Gostaria de dedicar essa vitória ao presidente”, explicou Larghi.

O gol de Luan saiu já nos acréscimos, aos 46 minutos, e “levou à loucura” a Arena Independência. Depois de sair perdendo já após os 30 minutos do segundo tempo, Róger Guedes empatou o jogo aos 36’, e o camisa 27 garantiu a virada.

Com o resultado sobre o Ceará, o Atlético-MG permaneceu na segunda posição do Brasileirão, com 23 pontos. A liderança é do Flamengo, que soma 27.

Além de falar sobre a lesão, Larghi também elogiou o trabalho do presidente e do diretor de futebol Alexandre Gallo. O comandante lembrou anos de glória do Atlético-MG e destacou os esforços da diretoria para dar as melhores condições de trabalho ao time.

“A gente sabe que foi muito trabalho, foi muito duro. Lamentamos algumas derrotas, poucas eliminações, mas que a gente sentiu, também porque também não achamos que era justo, pelo que a gente vinha jogando. Acho que o nosso time vem demonstrando um bom futebol e não é de hoje. E a gente vem num progresso, isso é importante. Em todos os jogos nossos, a gente tem o mérito, no Campeonato Brasileiro agora, e essa vitória de hoje, da forma que foi, eu quero dedicá-la a uma pessoa que sofreu muito nesse primeiro semestre, que passou muitas dificuldades para poder oferecer a nós as condições de trabalho adequadas, como salário em dia, como jogadores que estão chegando, não mediram esforços em trazer, que é o presidente Sérgio Sette Câmara” disse.

“Eu acho que o presidente, dentro das condições que ele assumiu o clube, ofereceu as condições possíveis para a gente trabalhar. É claro que ele tem uma referência de até onde ele pode ir, não pode cometer loucuras, passar dos limites, para manter o clube numa condição sadia. E juntamente com o Gallo ele vem trabalhando para a melhoria e sabendo que isso não acontece do dia para a noite. No futebol, a progressão de um time vitorioso demanda tempo, o próprio Atlético que foi campeão em 2013, ele formou o time em 2012, uma base, e para ser campeão em seguida. Tudo demanda tempo, trabalho”, completou Larghi.

O próximo compromisso do Atlético-MG será apenas após a Copa do Mundo da Rússia, que inicia hoje. No dia 18 de julho, a equipe vai até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio, pela 13ª rodada.

LEIA MAIS:

“PODE TER SIDO MEU ÚLTIMO JOGO NO ATLÉTICO”, ADMITE RÓGER GUEDES

SAIBA QUAIS TIMES MAIS ACERTAM FINALIZAÇÕES NO BRASILEIRÃO; VEJA O TOP-10

RÓGER GUEDES É QUEM MAIS ACERTA FINALIZAÇÕES NO BRASILEIRÃO; VEJA O TOP-10

SAIBA QUAIS SÃO OS MAIORES DRIBLADORES DO BRASILEIRÃO; VEJA O TOP-10