DESTAQUE

Russo quebra tabu de 8 anos ao fazer gols contra e a favor em Copa do Mundo; veja lista

Publicado às

Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.

Foto: SAINT PETERSBURG, RUSSIA - JUNE 19: Denis Cheryshev of Russia celebrates after scoring his team's second goal during the 2018 FIFA World Cup Russia group A match between Russia and Egypt at Saint Petersburg Stadium on June 19, 2018 in Saint Petersburg, Russia. (Photo by Richard Heathcote/Getty Images)

Crédito: Getty Images

O meia-atacante russo Denis Cheryshev entrou para a história de maneira, no mínimo, curiosa nesta segunda-feira (25). O camisa 6 da seleção da Rússia se tornou o sexto jogador a anotar gols contra e a favor na mesma edição de Copa do Mundo. O “feito” do atleta foi obtido na derrota de seu país para o Uruguai, por 3 a 0, em partida válida pela última rodada da fase de grupos do Mundial.

Já classificados, os dois países se enfrentaram em Samara. E Cheryshev foi o responsável pelo segundo gol dos sul-americanos. Apesar disso, o russo tem três gols a favor. Ele balançou a rede duas vezes na estreia, diante da Arábia Saudita – 5 a 0 para os anfitriões, e uma vez no triunfo russo por 3 a 1 sobre o Egito.

Desde a Copa do Mundo de 2010 que um mesmo jogador não fazia gol contra e a favor na mesma edição. Na África do Sul, Park Chu-young, da Coreia do Sul, fez gol contra diante da Argentina – os asiáticos perderam por 4 a 1. No empate por 2 a 2 contra a Nigéria, ele foi à forra e marcou, desta vez, a favor.

Antes de Cheryshev e Park Chu-young, outros quatro atletas repetiram o “feito”: Siniša Mihajlović, em 1998 (na época, atuando pela então Iugoslávia), os holandeses Ernie Brandts (1978) e Ruud Krol (em 1974) e o mexicano Manuel Rosas, o “pioneiro”, em 1930.

Puyol fez o mesmo, mas em Copas diferentes

O espanhol Puyol também sabe o sabor de marcar gols contra e favor do seu país. O ex-zagueiro anotou um gol contra a Espanha no Mundial de 2002, durante a vitória por 3 a 1 sobre o Paraguai, ainda na fase de grupos.

Em 2010, na Copa do Mundo disputada na África do Sul – e que teria a Espanha como campeã, Puyol devolveu o gol, desta vez, a favor. Foi do então camisa 5 da Espanha o gol que classificou o país para a final.

LISTA COMPLETA
2018 – Denis Cheryshev (Rússia)
2010 – Park Chu-young (Coreia do Sul)
1998 – Siniša Mihajlović (Iugoslávia)
1978 – Ernie Brandts (Holanda)
1974 – Ruud Krol (Holanda)
1930 – Manuel Rosas (México)

*O espanhol Carles Puyol fez gol a favor em 2002 e contra em 2010.

LEIA MAIS:
Uruguai x Rússia: Internautas não poupam Rússia da derrota; veja repercussão no Twitter
Copa do Mundo: Uruguai vence a Rússia e garante primeiro lugar do grupo A