Mídia Esportiva

Saiba como a Globo vai cobrir a Copa do Mundo de 2018

Publicado às

Jornalista. Fascinado por contar (e ouvir) histórias. Vive o futebol 48h por dia.

Crédito: Reprodução/Globo

Principal emissora do país, a Globo transmite na Rússia a 13ª Copa consecutiva – desde 1970, quando iniciaram as transmissões do torneio no Brasil, o canal é o único a cobrir todas as edições. Em 2018, a emissora da Família Marinho é a única da TV aberta brasileira a transmitir o Mundial. Oportunidade de fazer história, como a Seleção Brasileira.

Transmissões e Jornalismo

Nesta edição da Copa do Mundo, a Globo transmite 56 jogos ao vivo e oito em horários alternativos – essas partidas são as da terceira rodada da fase de grupos, que acontecem de maneira simultânea. Diferente das últimas duas Copas do Mundo, que a Band transmitiu em conjunto com o canal, a emissora global é a única a passar os jogos na TV aberta – fato que ocorreu também nos Mundiais de 2002 e 2006.

Para cobertura do evento, o Jornalismo do canal acompanha de perto a Copa do Mundo, direto da sede do torneio. Pela manhã, Glenda Kozlowski, no Hora 1, e Fernanda Gentli e Ana Paula Araújo, no Bom Dia Brasil, comandam os jornais matinais da emissora. À tarde, Alex Escobar apresenta o Globo Esporte e, na sequência, participa de forma conjunta com Sandra Annenberg no Jornal Hoje.

À noite, o Jornal Nacional, durante a Copa do Mundo, é apresentado por Galvão Bueno e Renata Vasconcelos em estúdio instalado na Praça Vermelha, em Moscou – os demais jornais também serão apresentados por lá. O Jornal da Globo, tradicionalmente o que fecha o noticiário diário do canal, tem como apresentadora Glenda Kozlowski durante a Copa.

No entanto, antes do Jornal da Globo, vai ao ar na emissora o Central da Copa, programa que desde 2010 tem como apresentador Tiago Leifert. Nesta edição da competição, Tiago conta como convidados o comentarista Caio Ribeiro, a apresentadora Bárbara Coelho e o ex-goleiro Júlio César, recém-aposentado do futebol.

Narradores

Embora trabalhe ligada a outras plataformas do grupo, como o site Globoesporte.com ou até mesmo ao canal SporTV, a Globo tem seis nomes definidos como os narradores do canal para a Copa do Mundo: Galvão Bueno, Cléber Machado, Luís Roberto, Rogério Côrrea, Rembrandt Júnior e Gustavo Villani – os três primeiros transmitem direto da Rússia.

Principal narrador do canal, Galvão Bueno narra na Rússia a 12ª Copa do Mundo da carreira. Bueno deve transmitir os jogos da Seleção Brasileira, principalmente se o Brasil caminhar até a final – acredita-se que esta seja a última Copa do narrador. Enquanto Galvão pode dar adeus, Gustavo Villani estreia em Mundiais pelo canal – o narrador deixou a FOX Sports neste ano para se juntar ao time da Globo.

Comentaristas

Como comentaristas de transmissões, a Globo aposta novamente em nomes como Ronaldo, que transmitiu a Copa de 2014, no Brasil, e os conhecidos Casagrande, Júnior e Arnaldo Cezar Coelho.

Repórteres

Além de nomes tarimbados, a exemplo de Tino Marcos, Mauro Naves, Eric Faria, Pedro Bassan, Marcos Uchôa, Carlos Gil e José Roberto Burnier, a equipe de reportagem da Globo, na Rússia, conta com um grupo grande de repórteres: André Hernan, André Galindo, Bruno Diniz, Edgar Alencar, Eudes Junior, Felipe Brisolla, Guido Nunes, Ivan Raupp, Kiko Menezes, Marcelo Courege, Marcelo Canellas, Pedro Vedova, Raphael de Angeli e Thiago Dias.

LEIA MAIS

FIFA anuncia Canadá, Estados Unidos e México como sedes da Copa de 2026