Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Veja como a imprensa analisa a derrota do Cruzeiro para Chapecoense

Após empatar com o Vasco em casa no meio de semana, o Cruzeiro visitou a Chapecoense e foi derrotado por 2 a 0, em partida disputada na Arena Condá, em Chapecó, válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Rogério Araujo
Jornalista formado pelo Centro Universitário de Brasília - UNICEUB. Colaborador do Torcedores desde 2017. Dono do canal Séries e Filmes no Instagram.

Crédito: Vinnicius Silva / Cruzeiro

A Raposa agora pega o Paraná, fora de casa, pela 12ª rodada do Brasileirão. O jogo será na próxima quarta-feira (13), às 19h30 (de Brasília), no último compromisso antes da pausa para a Copa do Mundo. O time celeste ocupa a sexta posição e tem 17 pontos ganhos na competição.

Veja a repercussão da imprensa sobre a derrota do Cruzeiro para a Chapecoense:

GloboEsporte.com

Na primeira etapa, faltou criatividade ao setor ofensivo e mais movimentação para sair da marcação da Chapecoense. No segundo tempo, o time continuou sem muita criação. Em alguns momentos, teve pouca aproximação com o setor defensivo para buscar bola, o que facilitou a marcação do adversário. Os únicos dois lances de perigo foram na segunda etapa, com Raniel e Egídio. Mas parou por aí. (Continue lendo)

Superesportes

Cruzeiro tem atuação apática em Santa Catarina e perde para Chapecoense. Raposa não teve ambição e foi batida por 2 a 0. (Leia mais)

Uol Esporte

Thiago Neves fez mais uma partida ruim pelo Cruzeiro. Escalado para fazer a ligação entre meio-campo e ataque, o camisa 30 não conseguiu se aproximar dos homens de frente e foi muito mal em campo. Mano Menezes já explicou a série ruim do apoiador. Ele alega que o atleta tem problemas físicos desde que se recuperou de uma lesão na panturrilha direita. (Continue lendo)

Jornal O Tempo

Diante da Chapecoense, em derrota por 2 a 0, fora de casa, não foi só o jogo de Thiago Neves que não apareceu no time do Cruzeiro. A participação de jogadores que pudessem ressaltar o toque de bola, uma das principais armas do time, ficou devendo. (Veja mais)

LEIA MAIS:

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

IMPRENSA ESPORTIVA ANALISA VITÓRIA DO VASCO E EXALTA RETORNO DE JORGINHO: “COISAS MELHORES PODEM VIR”