Zé Roberto elogia a torcida do Grêmio e recorda avalanche: “Impressionante”

A troca de casa ocasionada no final de 2012 impediu que a torcida do Grêmio mantivesse uma enorme tradição. Ao contrário do Olímpico, a Arena não comporta as comemorações de gols no estilo “avalanche”, que caracterizavam os jogos do tricolor no antigo estádio e impressionavam até mesmo os jogadores, como o experiente Zé Roberto.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Zé chegou ao Grêmio já bastante rodado no futebol mundial e conhecedor de outras tantas torcidas como a do Flamengo, Santos e Bayern de Munique. Mas a torcida gremista e, sobretudo, a comemoração avalanche o impressionaram durante a sua passagem entre 2012 e 2014.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

“O Grêmio tinha no estádio Olímpico a avalanche, e quando saía um gol era impressionante como os torcedores desciam. Parecia que iam invadir o campo, e aquilo sempre me chamou muito a atenção. Os torcedores gremistas são muito apaixonados pelo clube”, disse o ex-jogador em entrevista ao canal Desimpedidos, do YouTube.

“Um dos gols que eu fiz no estádio Olímpico, eu pulei o cercado e fui até eles, vi a avalanche descendo… Aquilo pra mim foi muito marcante”, acrescentou.

Depois de sair do Grêmio em 2014, Zé Roberto acertou contrato com o Palmeiras, onde permaneceu até 2017. No currículo, ele tem participação nas Copas do Mundo de 1998 e 2006.

LEIA MAIS:

Novo Arthur? Volante se destaca, ameniza comparação e foca no Grêmio: “Quero ficar por muito tempo”

Direto da seleção, Geromel vibra com volta de Douglas: “Nosso maestro”

Douglas retorna aos gramados, diz estar 100% e comemora volta ao Grêmio: “É maravilhoso”

Gostou da matéria? Siga o autor:

No YouTube

No Instagram

No SoundCloud