Três dos sete integrantes de polêmica foto no Instagram já deixaram o Vasco; Fabrício deve ser o próximo

Foto que gerou repercussão negativa entre os torcedores do Vasco aconteceu antes da partida contra a Universidad do Chile, pela Libertadores.

Bruno Romão
22 anos, estudante de Jornalismo, amante da escrita, natural de Campina Grande (PB) e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Reprodução/Instagram

Se a situação do Vasco parece estar mais tranquila no momento, o mesmo não acontecia em maio. Vindo de várias goleadas na Libertadores, e com seu sistema defensivo em má fase, o clube viajou até o Chile com obrigação de vencer para garantir uma vaga na Copa Sul-Americana. Mas o fato que marcou a ida até Santiago foi a polêmica foto postada no Instagram debochando das vaias da torcida. Nela estavam presentes Rafael Galhardo, Paulão, Fabrício, Gabriel Félix, Erazo, Wellington e Evander, todos criticados pela torcida por seu desempenho dentro de campo. A postagem gerou punições dentro do clube, já que quatro deles foram afastados.

Dentre os que passaram um período treinando separado, Wellington e Paulão já deixaram o clube. O volante, foi talvez, o jogador mais criticado durante os primeiros meses, e a postagem só fez piorar a relação com os torcedores. Já Paulão, pediu rescisão de contrato na última segunda-feira (23) e encerrou sua passagem pelo  clube do Rio de Janeiro. O camisa 25 também perdeu espaço na equipe. Com a contratação de Henríquez, aliada a consolidação da dupla Breno e Ricardo Graça, o zagueiro, que já não tinha muito apoio da torcida, ficou para trás de vez na briga pela titularidade.

Erazo também deixou São Januário. Após uma passagem criticada, o equatoriano voltou ao Barcelona de Guayaquil, clube que o revelou. O jogador também tinha o mesmo caso de Paulão, criticado e preterido por outros nomes no elenco. Dessa forma decidiu retornar ao seu país natal.

O próximo da lista deve ser o lateral-esquerdo Fabrício, que sequer viajou com o grupo para disputar a partida contra a LDU pela Sul-Americana, e acabou sendo cortado da lista de inscritos. Suas atuações também criaram uma relação negativa com os vascaínos, além do jogador ser a última opção para a posição, atrás de Ramon e Henrique.

Apenas Evander e Gabriel Félix, os outros dois que foram punidos pela diretoria, continuam no clube, mas sem muito prestígio. Evander começou a temporada como titular e recebendo a camisa dez, mas após um bom início, perdeu a posição. Após o episódio no Chile, nunca mais recuperou o espaço na equipe principal. Já o jovem goleiro participou de algumas partidas, mas suas falhas fizeram o clube contratar Fernando Miguel para ser a reposição imediata de Martin Silva.

LEIA MAIS:

Equipe vascaína já está em Quito para confronto diante da LDU pela Sul-Americana