Argentina oficializa saída de Sampaoli após campanha ruim na Copa

O que muitos imaginavam foi oficializado nesta domingo (15). A AFA (Associação de Futebol Argentino) oficializou a saída do técnico Jorge Sampaoli após o fracasso na Copa do Mundo, quando a seleção foi eliminada nas oitavas de final.

Luiz Felipe Longo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/AFA

Havia um verdadeiro impasse a respeito do futuro do treinador. Isso porque, ele ‘perdeu o grupo’ durante o Mundial e sofreu com problemas nos bastidores, mas possuía uma multa rescisória alta e que impedia sua saída da equipe.

Em comunicado oficial, a entidade responsável por gerir o futebol na Argentina anunciou que chegou a acordo com Sampaoli para rescisão do contrato que tinha duração até a Copa de 2022. O preparador físico Jorge Desio e o analista de desempenho Matías Manna também deixam a seleção.

De acordo com informações da ESPN, o treinador aceitou receber uma quantia menor que o valor da multa rescisória, cerca de 2 milhões de dólares, o equivalente a R$7,7 milhões e teria sido gerido pelo presidente da AFA, Claudio Tapia.

A relação de Sampaoli na Argentina ficou insustentável durante a Copa do Mundo. Os próprios jogadores não acatavam mais suas ordem e, segundo veiculou a imprensa do país, eles mesmo opinaram em quem deveria ser escalado.

Os argentinos foram eliminados nas oitavas de final do torneio na Rússia ao perderem de 4×3 à França. Antes disso, empataram por 1×1 com a Islândia, perderam de 3×0 para a Croácia e venceram a Nigéria pelo placar de 2×1.

LEIA MAIS
COPA DO MUNDO: 15 JOGADORES QUE SE DESTACARAM NA COMPETIÇÃO