Dois substitutos marcam pela primeira vez em mata-mata de Copa

Nesta segunda-feira, na partida de oitavas-de-final entre Bélgica x Japão, que terminou com vitória de virada dos belgas por 3 a 2, dois jogadores que vieram do banco de reservas marcaram gols, algo que jamais havia acontecido na história dos jogos eliminatórios de Copa do Mundo.

Gustavo Magnusson
Jornalista formado pela PUC-Campinas em 2017

Crédito: Getty Images

Após tomar dois gols do Japão no começo do segundo tempo, o técnico espanhol Roberto Martínez, da Bélgica, colocou os meio-campistas Marouane Fellaini e Nacer Chadli no jogo.

Fellaini entrou no lugar de Mertens e Chadli no lugar de Carrasco.

Ambas as alterações aconteceram aos 20 minutos do segundo tempo.

A reação belga começou com um gol do zagueiro Jan Vertonghen, aos 24 minutos da segunda etapa.

Quatro minutos depois, Fellaini empatou o jogo.

No último lance do tempo normal, já aos 49 minutos do segundo tempo, após contra-ataque puxado pelo meia Kevin de Bruyne, Chadli marcou.

Foi a primeira vez que isto aconteceu em um jogo de mata-mata de Copa do Mundo.

Com o gol de Chadli, a Bélgica avançou e agora vai enfrentar o Brasil, nas quartas-de-final.

Brasil x Bélgica será disputado na próxima sexta-feira, às 15h (horário de Brasília), na Arena Kazan, em Kazan.

LEIA MAIS: 

COPA 2018: SAIBA QUAIS SÃO OS JOGOS DE AMANHÃ (03/7)