Ex-Flamengo, goleiro Muralha se defende das críticas e luta para evitar rebaixamento no Japão

Sem clima após uma temporada irregular em 2017, o goleiro Alex Muralha deixou o Flamengo para jogar no Albirex Niigata, do Japão.

Bia Palumbo
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação / twitter.com/albirex_pr

O time de Muralha disputa a segunda divisão do futebol japonês e atualmente ocupa o 17º lugar, perto da zona de rebaixamento. “Estou em uma boa fase, conseguindo fazer bons jogos. Infelizmente o time não está bem no campeonato, mas estou trabalhando forte, reconquistei minha confiança para poder ajudar meus companheiros. Fico feliz por voltar a ser o Alex que sempre fui”, declarou ele ao “Planeta SporTV”.

…Entregue teu caminho ao Senhor , confie nele, e ele o fará. sl 37 #muralhasaves ????????????

Uma publicação compartilhada por Alex Muralha Oficial. (@a.muralha) em

“Tem alguns gols que a gente toma que as pessoas intitulam de uma forma muito agressiva. Jogador normal pode errar, mas quando o goleiro sofre gol é criticado. No nosso caso é pior, porque o goleiro que está na última linha defensiva. Goleiro tem que ter a cabeça muito boa para saber lidar com isso”, completou.

Além disso, Muralha aprova a primeira experiência da carreira no futebol internacional. “Realmente passei momentos ruins no ano passado, aqui pude ter mais tranquilidade para trabalhar e fazer as coisas do dia a dia tranquilamente. É um país muito organizado, as pessoas são educadas e praticamente tudo funciona”, finalizou o ex-goleiro do Flamengo.

LEIA MAIS:
Média de gols de Guerrero despenca em 2018; veja números
Léo Duarte garante que Flamengo está preparado para maratona em agosto; confira os jogos