Hamilton escala pelotão e vence GP da Alemanha. Vettel bate

Lewis Hamilton venceu na manhã deste domingo (22) o Grande Prêmio da Alemanha de Fórmula 1, prova disputada no circuito de Hockenheim. Após largar da 14ª posição, o piloto da Mercedes avançou rapidamente no pelotão, demorou para fazer a parada nos boxes, e se viu na liderança após a entrada do Safety Car na 52ª das 67 voltas, quando Sebastian Vettel acertou o muro depois da chuva começar a cair no traçado alemão.

Leonardo Marson
Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Mercedes

Vettel, aliás, dominava completamente a corrida, mas após a primeira parada nos boxes feita na volta 26, viu Kimi Räikkönen – que trocou pneus 11 voltas antes – ficar a sua frente. Então, uma ordem da Ferrari fez com que a troca de posições acontecesse. Depois, o alemão errou e parou na barreira de pneus, abandonando a disputa.

A segunda posição ficou com Valtteri Bottas, que tentou um ataque sobre Hamilton após a relargada, ocorrida na volta 58, e passou a segurar Räikkönen nas voltas finais, relegando o piloto da Ferrari ao terceiro lugar. Max Verstappen, que colocou pneus de chuva e precisou trocar pelos de pista seca pouco depois, foi o quarto com a Red Bull, enquanto Nico Hülkenberg fechou o grupo dos cinco primeiros com a Renault.

Romain Grosjean levou a Haas ao sexto lugar, depois de ultrapassar Sergio Pérez, da Force India, na volta final, relegando o mexicano ao sétimo posto. Esteban Ocon, com o outro carro do time indiano, fechou a prova em oitavo, enquanto Marcus Ericsson, da Sauber, foi o nono. A zona de pontos ainda contou com Brendon Hartley, décimo com a Toro Rosso.

A corrida contou com cinco abandonos. Além de Vettel, Daniel Ricciardo, que largou da 19ª posição, deixou a corrida com problemas em sua Red Bull na 29ª volta da corrida. Fernando Alonso, da McLaren, Sergey Sirotkin e Lance Stroll, ambos da Williams, também não completaram a etapa alemã da Fórmula 1.

Com o resultado do Grande Prêmio da Alemanha, Lewis Hamilton reassume a liderança do Campeonato Mundial, alcançando 188 pontos, 17 a mais em relação ao agora vice-líder Sebastian Vettel, que estaciona nos 171 pontos.

A Fórmula 1 dá sequência para a temporada já no próximo domingo (29), quando acontece o Grande Prêmio da Hungria, no circuito de Hungaroring.

Foto: Mercedes