Basquete

NBA: Jimmy Butler recusa extensão multimilionária do Minnesota Timberwolves

Publicado às

Radialista e redator com passagens por Rádio EsportesNET, Rádio RDG Esportes, The Playoffs, College Football Brasil. Criador do High School Football Brasil. Apaixonado por Esportes Americanos. Torcedor do Washington Redskins e do Tennessee Volunteers.

Crédito: Divulgação/Facebook Minnesota Timberwolves

O All-Star Jimmy Butler recusou uma extensão de contrato de quatro anos e US$110 milhões, segundo informações da ‘ESPN Americana’.

“Nós oferecemos a ele a extensão, e eles se conheceram e voltaram para nós e disseram que estão realmente agradecidos por isso, eles apreciam que chegamos a eles imediatamente e tudo o mais, mas eles recusaram”, disse o dono do Minnesota Timberwolves, Glen Taylor à ‘ESPN1500’.

Taylor também falou que empresário e Jimmy Butler disseram que estão agradecidos, mas que iriam esperar até a próxima temporada, onde poderão obter um acordo melhor. Caso seja mais uma vez um All-Star, o novo contrato de Butler pode ser ainda maior por causa do possível aumento do teto salarial da NBA.

Butler já recusou uma extensão quando estava no Chicago Bulls. Isso aconteceu antes da temporada 2014-15, quando recusou um contrato de quatro anos e US$ 44 milhões. O jogador adotou a mesma estratégia que usa com o Timberwolves em busca de um contrato maior. Naquela tentativa o jogador foi bem sucedido, pois conseguiu uma extensão contratual com um salário acima de US$90 milhões. Para a temporada 2018-19, o Butler irá receber pouco mais de US$20 milhões, entre salários e bônus que o jogador tem em parte do seu contrato.

Chegando  na última temporada por meio de uma troca que levaram Kris Dunn, Zach LaVine e uma escolha do Draft de 2018 ao Chicago Bulls, Jimmy Butler foi importantíssimo para a equipe de Minnesota. Butler teve médias de 22,2 pontos, 5,3 rebotes e 4,9 assistências mesmo perdendo 17 jogos por causa de uma lesão no joelho direito, que o forçou a fazer uma cirurgia no menisco. Mas o jogador foi decisivo para colocar a equipe nos playoffs pela primeira vez depois de 14 anos.

LEIA MAIS
PAPO TÁTICO: ENTENDA COMO CONCEITOS DO BASQUETE E DO HANDEBOL INSPIRARAM AS SELEÇÕES NA COPA DO MUNDO
BASQUETE DO CORINTHIANS ANUNCIA REFORÇOS PARA A TEMPORADA 2018/19