Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Multa rescisória para tirar Malcom do Barcelona é de 180 milhões de euros

Malcom é a nova aposta brasileira do Barcelona. O clube catalão atravessou a negociação da Roma e investiu 41 milhões de euros fixos para tirar o jogador de 21 anos da França. Terceiro reforço da equipe para a temporada, o atacante assinou um contrato de 5 anos e com uma multa rescisória de cerca de 180 milhões de euros (aproximadamente R$ 810 milhões na cotação atual).

Danielle Barbosa
Jornalista. Escrevendo para o Torcedores desde 2014.

Crédito: Divulgação/FC Barcelona

Com relação aos últimos reforços contratados, o valor é inferior a multa estipulada para a quebra de contrato do volante brasileiro Arthur, contrato junto ao Grêmio e que tem uma cláusula de R$ 1,8 bilhão, enquanto o zagueiro Lenglet está protegido com uma multa de R$ 1,3 bilhão.

O valor da cláusula de rescisão estipuladano contrato de Malcom também é inferior a multa rescisória de 222 milhões de euros que Neymar tinha e foi paga integralmente pelo Paris Saint-Germain na temporada passada.

No atual elenco, como já era de se imaginar, Lionel Messi é o dono da maior multa rescisória: R$ 2,7 bilhões.

Escolha pelo Barcelona:

Em entrevista coletiva durante sua apresentação oficial no clube, Malcom explicou a escolha pelo Barcelona. “Eu sempre estive tranquilo, porque foram meus agentes que estavam encarregados das negociações. Quando me disseram que a opção do Barça tinha surgido, eu nem pensei. Era um sonho jogar no Barça desde pequeno e ao lado do melhor jogador de futebol do mundo.”

LEIA MAIS:

Malcom é a sexta contratação mais cara da história do Barcelona; veja o top-10