Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Há 22 anos, Alan Shearer se tornava o jogador mais caro da história

Em 1996, Alan Shearer quebrava o recorde como jogador mais caro da história. Depois de conquistar a Premier League com o Blackburn, ele foi vendido ao Newcastle.

Thiago D Amaral
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução Twitter Alan Shearer

Se hoje as cifras milionárias tomam conta da janela de transferências, tudo era muito diferente há 20 anos. Em 1996, depois de se sagrar campeão da Premier League com o improvável time do Blackburn Rovers, o Newcastle desembolsou 15 milhões de libras para ter Alan Shearer em seu plantel. Na época, essa era a transferência mais cara da história do futebol.

Longe do brilho, pequenos da Inglaterra vão ao mercado

Leicester recusou oferta do Manchester United por Harry Maguire

Mesmo sem jogar em um grande clube, Shearer é um dos principais jogadores da história da Premier League. Além de ser protagonista de uma das maiores zebras da história da liga (o título do Blackburn), ele é o maior artilheiro e jogador com mais hat-tricks do Campeonato (260 gols e 11 hat-tricks).

Ele também é uma lenda do Newcastle. Com dez anos de clube, ele participou do time que quase conquistou o título inglês em 97 e é, até hoje, o maior artilheiro da história do clube. Shearer tem 405 jogos e 206 gols com a camisa dos Magpies. Ele ainda é também o quinto maior artilheiro da seleção inglesa com 30 gols. O atacante se aposentou em 2006 com 409 gols anotados.

De lá para cá, o recorde de transferência mais cara da história mudou onze vezes. Os nomes vão de Denílson a Zidane. No ano passado, Neymar quebrou esse recorde com os 200 milhões de libras gastos pelo PSG. Preço distante do pago por Shearer.