Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Argentina acerta a saída do técnico Jorge Sampaoli

Após uma campanha “sem brilho” na Copa do Mundo, o técnico Jorge Sampaoli está de saída do comando da seleção albiceleste. As partes entraram em acordo e a demissão deverá ser oficializada ainda neste domingo (15). O contrato do treinador com a seleção só se encerraria depois da Copa América de 2019, que será disputada no Brasil. 

Dayvidson Soares
Jornalista, com passagens por Globoesporte.com, Lance! (Craque do Futuro) e Jornal Gazeta de Alagoas. Apaixonado por futebol e boas histórias.

Crédito: Facebook oficial da seleção argentina

O treinador tinha uma multa rescisória para deixar o comando da seleção argentina que girava em torno de 8 milhões de dólares (29,6 milhões de reais), mas ele aceitou diminuir o valor da multa rescisória a que tinha direito e deixará o cargo recebendo 2 milhões de dólares (aproximadamente 7,4 milhões de reais), segundo informou o diário “Olé”.

O treinador recebeu inúmeras críticas da imprensa e dos torcedores argentinos durante o Mundial e já era esperado a saída dele do comando da seleção albiceleste. Sob o comando da seleção da Argentina na Copa do Mundo da Rússia ele acumulou uma vitória, um empate e duas derrotas. Sendo assim, eliminado nas oitavas de final para a França com derrota por 4 a 3.

Nomes já começam a serem especulados para o cargo. Entre eles estão: Marcelo Gallardo, Matías Almeyda, Ricardo Gareca, Mauricio Pochettino e Diego Simeone, todos ex-jogadores da seleção Argentina.

Jorge Sampaoli  estreou no comando da seleção albiceleste no dia 9 de junho do ano passado, em amistoso contra o Brasil, vencido por 1 a 0.

LEIA MAIS:

Atletas da Croácia vão decidir se atacante cortado por se recusar entrar em campo receberá medalha