Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Tyron Woodley sugere que Covington ‘inventou’ problema para não lutar

A luta entre Tyron Woodley e Colby Covington terá de esperar pelo fato de que ‘Chaos’ sofre com uma sinusite que o fez perder a chance de encarar o rival. E forçou o UFC a chamar Darren Till para enfrentar o campeão dos meio-médios no UFC 228.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução/Facebook Oficial UFC

Mesmo com Covington fora, ‘The Chosen One’ não poupou na troca de farpas contra o desafeto. Em uma transmissão ao vivo feita em seu perfil no Instagram, o campeão da categoria cogitou que ‘Chaos’ inventou a lesão para não o enfrentar.

“Todo mundo fala que quer lutar, mas ninguém quer. Não tenho medo disso de ‘caça ao nerd’. Aquele f.d.p. fica agindo como se estivesse doente e precisasse de remédio. Cara, se você não se cuidar e vier tomar porrada… porque se não for eu que a der, alguém com certeza irá dar. É hora de dar porrada“, comentou Woodley.

Contra Darren Till, Woodley terá pela frente um dos lutadores mais badalados do UFC na atualidade, mas que sofreu recentemente com o peso, não batendo o limite da categoria em sua mais recente luta, contra Stephen Thompson. Tal fato não intimida o campeão, que afirma que irá lutar mesmo se o inglês falhar na balança no UFC 228.

Se o Darren não bater o peso, ainda teremos a luta. Só não será pelo cinturão e ele terá que dar uma parte da bolsa para mim. Para ele, vai ser uma grande luta, a oportunidade dele lutar por um título mundial e sinto que ele irá aceitar essa chance. Qualquer problema que ele teve com o peso no passado, sei que ele irá reverter. É uma oportunidade grande demais para ele estragar. Se não, não vou reclamar. Uns quilos a mais não irão mudar a dinâmica ou o resultado da luta. Então tenho que ter confiança e não pensar muito sobre isso”, disse.

LEIA MAIS

José Aldo vê lutadores do UFC valorizando mais lutas por dinheiro do que cinturão

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial UFC)

As melhores notícias de esportes, direto para você