Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Vitor Miranda sobe para os meio-pesados e mira Gokhan Saki

Com a luz amarela acesa por conta de três derrotas consecutivas, o brasileiro Vitor Miranda vem enfrentando uma má fase gigante em sua carreira como lutador. O atleta da Team Nogueira sofreu seu último revés no domingo passado (22), onde acabou sendo superado pelo alemão Abu Azaitar, luta do card principal do UFC Fight Night 134, que foi realizado na Barclaycard Arena em Hamburgo, na Alemanha.

Dario Ferrari Rocha Teixeira
Escrevo sobre lutas em geral no Torcedores.com. São Paulino, fã do New England Patriots, Los Angeles Lakers e Los Angeles Dodgers. Noivo da Thays Gomes Lima.

Crédito: Jeff Bottari | Getty Images | Zuffa LLC.

Vitor Miranda, que já competiu nos pesos pesados, onde, inclusive, foi finalista da edição do The Ultimate Fighter Brasil, chegou a postar um vídeo em seu canal oficial do Youtube, mostrando todo seu sofrimento para perder peso e chegar a marca de 84 kg e comentou em entrevista ao Combate.com, que vai subir para os pesos meio-pesados (até 93 kg) e já tem até um nome que deseja poder ter a oportunidade de enfrentar em sua possível futura estreia na divisão de cima.

“A gente só consegue pensar que é o problema do corte de peso que está me fazendo isso. É a terceira luta que fico travado, que não consigo fazer o que tenho que fazer. A cabeça funciona, mas chega na hora e o corpo não responde. De um momento para outro eu canso, fadigo e depois vou só no coração. Gostaria de lutar logo, antes do final do ano, principalmente se o UFC me der uma nova oportunidade. Vou ver minha mão no hospital para ver se não quebrou. Se não tiver quebrada, vou começar a fisioterapia e em duas ou três semanas já começar a treinar. Tudo estando certo, tento marcar em um mês e meio uma luta no final do ano (…). Mas sou bem realista. Lutar contra Cormier, estou f***; lutar contra Jon Jones, Gustafsson… isso é fora da realidade no momento. Mas tem muito cara que está vindo de 84kg, muito cara que é striker… Por exemplo, meu sonho seria o UFC me casar com o Gokhan Saki, casa perfeitamente, e não é impossível, até porque o cara vem de derrota”.

Leia também no TORCEDORES.COM: