Portuguesa vence Nacional na estreia da Copa Paulista

Na tarde desse domingo (05), no estádio do Canindé, a Portuguesa voltou a campo depois de quase 5 meses do seu último jogo oficial, pelo Campeonato Paulista da Série A2. Em um jogo sem muitas inspirações, a Lusa venceu com um belo gol ainda na primeira etapa.

Kayque Dias
Colaborador do Torcedores

Crédito: Kayque Dias/Torcedores.com e Rubro-verde Mídia

Portuguesa e Nacional-SP estrearam na Copa Paulista 2018, o time rubro-verde com o estádio lindo e todo pintado, não entrava em campo oficialmente desde o dia 24/03, em partida válida pela última rodada do Campeonato Paulista da Série A2, diante do Sertãozinho.

De lá para cá, algumas mudanças aconteceram no time rubro-verde. 7 reforços chegaram ao clube para ajudarem no decorrer da competição e mais da metade do time acabou deixando a Lusa. A equipe no meio desse período, disputou 5 amistosos, contra (Atlético Cajazeirense, São Caetano (2x), River Plate-URU e Santo André), com 2 vitórias, 2 empate e uma derrota.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

O técnico Allan Aal vem mantendo a base do time do Campeonato Paulista, as únicas novidades nos 11 iniciais, são o lateral-direito Lito e o centroavante Matheus Rodrigues. Já o Nacional mudou metade do time e sofreu com o desentrosamento.

OPINIÃO DA PARTIDA:

No primeiro tempo do jogo, o time da casa mostrou algumas mudanças em relação aos últimos jogos, e principalmente em relação ao Campeonato Paulista. Os jogadores da Lusa não tinham uma aproximação intensa, mas a equipe invertia as jogadas a todo o momento. O time tentava muitas bolas em profundidade, principalmente para os extremos, Luizinho e Fernandinho e para o centroavante Matheus Rodrigues.

Já a equipe do Nacional-SP sofreu com o desentrosamento e a falta de criatividade no setor de meio-campo. O time alviceleste pecava muito na saída de bola e arriscava muitos chutes de longa distância, pois não conseguia entrar dentro da área da Lusa.

O Nacional dava muitos espaços para o time da Portuguesa trabalhar a bola, jogava com duas linhas de 4 jogadores e a primeira linha de marcação muito baixa, o que dava facilidade para a saída de bola da Portuguesa.

O jogo em toda a sua parte foi morno e sem muitas emoções, o gol da Lusa saiu aos 15 minutos do primeiro tempo. Após cruzamento fechado de Franklin, a bola que já ia saindo pela linha de fundo, foi tirada pelo defensor do Nacional erroneamente para o meio da área, a bola sobrou para o camisa 9 da Portuguesa, Matheus Rodrigues, que estava de costas para o gol e emendou uma linda bicicleta, fazendo um golaço no Canindé.

Após o gol, a Lusa recuou e esperou a equipe do Nacional, mas o Naça não conseguia fazer a bola chegar em seu centroavante.

No segundo tempo, o Nacional voltou um pouco melhor e colocou pressão na equipe lusitana. A equipe da casa deu muito espaço para o Nacional no último terço do campo, e o time adversário chegou muito próximo do empate.

A chance mais clara do time visitante no jogo, foi em um chute cruzado que Leandro Santos rebateu para o meio da área, mas para a sorte da Lusa, o atacante do Nacional isolou a bola.

A Portuguesa ainda teve mais duas chances para matar a partida, uma foi com Luizinho, que limpou a marcação e cara a cara com goleiro Elisson, isolou. A outra foi com o autor do gol, Matheus Rodrigues, que pegou embaixo da bola, após bela jogada pela lateral efetuada por Lito e Luizinho.

No final da partida a Lusa segurou a bola e garantiu os três pontos, para começar bem na competição. Com a vitória a Lusa ocupa a segunda colocação no grupo 4, apenas atrás do Audax, pelo saldo de gols.

O próximo compromisso da Portuguesa na Copa Paulista, será no próximo Sábado (11), às 15:00, no estádio Vereador José Feres, em Taboão da Serra, contra o time da casa.

FICHA TÉCNICA:

ESCALAÇÕES:

PORTUGUESA:
Leandro Santos; Lito, Gabriel Santos, Marcos Vinícius e Franklin; Jonatas Paulista; Vinícius Martins, Vinícius Barba, Fernandinho (Luiz Thiago) e Luizinho (Césinha); Matheus Rodrigues.
TÉCNICO: Allan Aal
ESQUEMA TÁTICO: 4-1-4-1

NACIONAL-SP:
Elisson; Danilo Santos, Jeferson, Diego Araújo e Caio Mendes; Luizinho (Léo Carvalho) e Fernando Aguiar; Léo Cereja (Rikelmi) e João Lucas; Vitor Braga (Émerson Mi) e Naldinho.
TÉCNICO: Ricardo Silva.
ESQUEMA TÁTICO: 4-4-2

CARTÕES:
NACIONAL: João Lucas (Amarelo), Caio Mendes (Amarelo), Luizinho (Amarelo), Rikelmi (Amarelo).

PORTUGUESA: Césinha (Amarelo), Gabriel Santos (Amarelo), Leandro Santos (Amarelo).

PÚBLICO: 1.630 Pagantes.

LEIA MAIS:
Confira 14 treinadores do futebol brasileiro que poderiam assumir seu clube