Drama e final feliz: vitória do Grêmio tem “Papa Tricolor”, emoção de Maicon e palavrão de dirigente

Foi uma noite de terça-feira para ser lembrada por muitos anos pelos torcedores gremistas. Os testes de imortalidade foram elevados ao nível máximo, mas todos eles acabaram superados com a dramática vitória nos pênaltis sobre o Estudiantes, que colocou o Grêmio nas quartas da Libertadores contra o Tucumán.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Site Grêmio

Antes do jogo, a reportagem do Torcedores.com flagrou um “Papa Tricolor”, que, embora “alterado”, acreditava em um placar bem mais tranquilo do que acabou sendo.

 

Maicon se emociona ao falar de André

Criticado pela torcida, André iniciou a partida do banco de reservas e saiu dele para fazer o gol da classificação. Como uma ironia do destino, o centroavante bateu o último pênalti da disputa contra o Estudiantes e empurrou o Grêmio rumo às quartas de final.

Em coletiva de imprensa, como se defendesse um amigo, o volante e capitão Maicon chegou a se emocionar ao falar do companheiro:

Dirigente não controla a empolgação

O vice-presidente de futebol Duda Kroeff agiu como um autêntico torcedor assim que o jogo acabou. Na saída do vestiário em direção ao gramado, o dirigente vibrou, correu e quase pulou gritando:

“É o imortal, c***, é o imortal!”.

Veja a cena logo no início da transmissão abaixo:

Na luta pelo tetracampeonato continental, o Grêmio terá o Tucumán nas quartas de final da Libertadores.

LEIA MAIS:

Dirigente do Grêmio se empolga após classificação: “É o imortal, c***, é o imortal”

Dirigente rebate informação de que Renato estaria de saída do Grêmio: “Sem fundamento”

Gostou da matéria? Siga o autor:

No YouTube

No Instagram

No SoundCloud