Edu Dracena fala em ‘gol espírita’ do Cerro e afirma: “poderíamos jogar até agora que não levaríamos o gol”

Mais um jogador do Palmeiras falou sobre a expulsão de Felipe Melo no duelo contra o Cerro Porteño e voltou a minimizar o lance que acarretou no cartão vermelho do volante da equipe. Edu Dracena, um dos líderes da equipe, ainda destacou a segurança durante todo o jogo, mesmo atuando com um jogador a menos.

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Sportv

“É lógico que jogar com um a menos durante os 90 minutos é difícil, mas mostrou a união do nosso grupo, como o Felipe é querido por todos. Mostro que todo mundo corre um pelo outro, que luta, se dedica, seria injusto da nossa parte não fazer por ele.”

Na passagem pela zona mista, o zagueiro do Palmeiras ainda defendeu o companheiro e afirmou não ter entendido o lance da expulsão, principalmente pela maneira em que o juiz agiu no momento.

“Infelizmente não deu para ver direito [o lance da expulsão], o juiz deu o cartão amarelo, depois deu o vermelho, eu não entendi. Mas mesmo assim, mais de 90 minutos com um a menos e tivemos as melhores chances, eles fizeram um gol espírita a linha de fundo, mas nós poderíamos estar jogando até agora que não levaríamos o gol.”

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

O Palmeiras enfrenta o Colo-Colo nas quartas de final da Copa Libertadores da América. Já se sabe que a equipe não contará com Felipe Melo e Deyverson, expulsos na partida contra o Cerro.



Leia mais:
Willian reconhece dificuldade do Palmeiras após expulsão de Felipe Melo: “jogamos por ele”


Palmeiras é surpreendido pelo Cerro, perde em casa, mas se classifica na Libertadores