Golpistas fingem ser técnicos de times paulistas e roubam dinheiro via WhatsApp

Golpistas se utilizam do aplicativo WhatsApp para sacramentar uma falsa transferência de jogadores. Golpe tem como alvo atletas de São Paulo e Nordeste.

Carlos Lemes Jr
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução

Um dos treinadores que tiveram seu nome envolvido na ação foi João Valim, técnico da Inter de Limeira, interior de São Paulo.

“Os caras mandam mensagem para as pessoas se passando por treinadores e dizendo que o clube tem interesse nele. Aí dizem que a equipe passa por uma situação financeira ruim e que a transferência seria por conta do atleta”, denunciou João, ao UOL Tecnologia. 

Os golpistas buscam atletas sem clube ou jovem e a pessoa que aplica o golpe sabe a posição que o jogador desempenha.

“Um amigo meu me ligou para falar que um pessoal do Rio estava perguntando se ele me conhecia, porque eu estava pedindo dinheiro para transferência. Aí falei que não tinha nada a ver comigo. E se você liga para o número dizendo ququer falar com o João Vallim, ele te bloqueia”, continua o treinador.

Outros treinadores de times do Estado de São Paulo como Rio Claro, Juventus, Água Santa e São Caetano foram envolvidos na fraude.

LEIA MAIS
Página mostra as súmulas mais engraçadas e curiosas de futebol brasileiro; conheça