Torcedores – Notícias Esportivas

Impedido de jogar, Guerrero volta ao Peru e comenta o caso: “Me cortaram as asas”

Ao sair de casa na manhã desta quinta-feira para mais um dia de treino, Guerrero recebeu a pior notícia possível. O seu efeito suspensivo havia sido revogado e em troca da preparação para o jogo de domingo contra o Palmeiras, que seria a sua estreia, ele precisou voltar ao Peru por orientação judicial. Suspenso por 14 meses por uso de um metabólito da cocaína, do qual alega ser inocente, Guerrero terá de cumprir mais oito meses e só jogará em abril de 2019.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Site Inter

Na volta ao seu país de origem nesta sexta, ele foi entrevistado pelo Canal N e demonstrou abatimento pelo novo capítulo do caso. Guerrero lembrou que estava se preparando para jogar contra o Palmeiras e que, mais uma vez, “me cortaram as asas”.

“Estava preparado para a partida de domingo com o Palmeiras e recebi esta notícia. Mais uma vez, me cortam as asas, mas sigo lutando pela minha inocência. Parece algo estranho, mas trato de tomar como circunstâncias da vida. Seguirei lutando”, destacou. “Não há oito meses. Estou lutando. Não posso aceitar um castigo injusto. Estou lutando porque não aceito ficar castigado por mais oito meses”.

Veja a entrevista:

 

Entenda o caso

O centroavante peruano foi condenado a um ano de suspensão em decorrência de doping ainda nas eliminatórias para a Copa do Mundo. Nas investigações, ficou comprovado o uso de um metabólito da cocaína. No fim de 2017, a defesa conseguiu reduzir a pena para seis meses, mas a Corte Arbitral (TAS) ampliou para 14 às vésperas da Copa. Por meio de efeito suspensivo, ele obteve liminar para jogar o Mundial e também pelo Flamengo.

Com a revogação, restam, então, oito meses de punição e Guerrero não entrará em campo nesta temporada. O contrato com o Inter é até 2021 e sua estreia fica para abril de 2019.

Torcedores.com registrou a festa da torcida na chegada do peruano – relembre

LEIA MAIS:

Mano rebate Renato e lembra que Inter cresceu após crítica no Gre-Nal: “Olhem o que virou”

Patrick garante a quinta vitória seguida, e Rossi vibra em frente às câmeras: “Vamos, Inter”

“Tá sabendo legal aí”: Douglas rebate jornalista que criticou a contratação de Kannemann

Maicon relembra briga com D’Alessandro no cara ou coroa e critica: “Presepeiro, gosta de aparecer”

Gostou da matéria? Siga o autor:

No YouTube

No Instagram

No SoundCloud

 

TUDO O QUE ACONTECE NO INTERNACIONAL