Imprensa paraguaia destaca ‘falta criminosa’ de Felipe Melo e diz que o Palmeiras “jogou como pequeno”

A imprensa paraguaia não poupou críticas ao time do Palmeiras após a classificação diante do Cerro Porteño, nesta quinta-feira (30), no Allianz Parque, apesar da derrota por 1 a 0. Os principais jornais do país destacaram a expulsão de Felipe Melo aos três minutos do primeiro tempo e como o Verdão, com um jogador a menos desde o início do jogo, “amarrou” a partida para segurar a vantagem de 2 a 0 conquistada na partida de ida.

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Alexandre Schneider/Getty Images

O jornal Última Hora fez questão de lembrar o histórico de lances do camisa 30 do Palmeiras e ironizou a entrada forte no jogador paraguaio. ”Conhecido por suas recorrentes indisciplinas, Melo ‘acariciou’ Cáceres do joelho ao tornozelo com uma falta criminosa.

Veja o lance da expulsão de Felipe Melo:

O La Nación destacou a partida “vergonhosa” do Palmeiras e disparou contra a arbitragem do argentino argentino Germán Delfino. “O Palmeiras simplesmente fez o que quis com o juiz. O Cerro dominou totalmente a partida, fazendo com que os donos da casa recorressem a artimanhas antiéticas para defender sua vantagem’‘.

Reprodução/La Nación

O grupo de Scolari foi lamentável. Só se deu o trabalho de matar o tempo e pressionar o árbitro. Como nunca, jogou como pequeno”, destacou o “Crónica”.

No pós-jogo do Hoy, o jornal destacou negativamente a cera do time comandado por Felipão. ”O Palmeiras conseguiu manejar a situação adversa com uma estratégia repleta de ‘mutretas’ e catimba. Tem muitos recursos táticos, mas se submeteu a ‘babaquices’ para passar de fase”.

Reprodução/Hoy