Último gol olímpico do Corinthians ocorreu há sete anos; relembre

Fazer gol olímpico é privilégio para poucos clubes e atletas no Brasil e no restante do mundo. Para se ter uma ideia, em quase 108 anos de história, o Corinthians teve apenas 10 gols deste tipo, segundo dados do “Almanaque do Timão”. O último deles foi marcado pelo lateral-esquerdo Roberto Carlos em partida contra a Portuguesa, pelo Paulistão de 2011.

Rafael Alaby Martins Ferreira
Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Crédito: Reprodução/Premiere

Roberto Carlos surpreendeu todo o sistema defensivo da Lusa ao bater escanteio de baixa altura. A bola morreu no fundo das redes do goleiro Weverton. Foi o segundo gol corintiano na vitória por 2 a 0, no Pacaembu. Pouco antes, o volante Paulinho, hoje no futebol chinês, havia aberto o placar da partida válida pela rodada inaugural do Estadual.

Relembre o gol olímpico marcado por Roberto Carlos

Passados mais de sete anos, ninguém mais conseguiu repetir o feito de Roberto Carlos, que encerrou a passagem pelo clube, com cinco gols em 61 jogos disputados. O lateral se aposentou em 2015 no Delhi Dynamos, da Índia.

Um dos maiores ídolos da história corintiana, o meia Marcelinho Carioca é o recordista da equipe em gols olímpicos. Marcou nada menos que quatro vezes: vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo – Copa Bandeirantes 94, empate por 1 a 1 contra o Criciúma, pelo Brasileirão 94, no empate por 2 a 2 contra o Botafogo-SP, pelo Paulista de 96 e na goleada por 6 a 2 sobre o Ubiratan de Dourados (MS), pela Copa do Brasil de 1999.

VEJA TAMBÉM:

Danilo Avelar não quer voltar para Europa; veja quanto o Corinthians precisa pagar pelo lateral 

‘Metade é corintiano e metade é flamenguista’, brinca ex-árbitro Sandro Meira Ricci