Renato revela cobrança por jogada do segundo gol do Grêmio: “foi demorado, mas saiu”

O Grêmio derrotou o Estudiantes com um gol de cabeça do pequenino Alisson, aos 47 minutos do segundo tempo, e Renato Portaluppi revelou que cobra o tipo de posicionamento que o camisa 23 teve no lance de todos os atacantes da equipe nas bolas paradas.

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Lucas Uebel/Grêmio

“Eu já venho cobrando dos meus atacantes para sempre puxarem para o primeiro pau, puxou, saiu o gol da classificação. Foi demorado, foi sofrido, mas o importante é que ele saiu.”

O gol de Alisson levou a partida para as penalidades máximas e o Grêmio acertou todas as cobranças. O meia entrou no intervalo na vaga de Ramiro e disse na saída do gramado que seu plano era cobrar a falta e não ficar dentro da área. O atleta entrou pelo lado direito do ataque, mas passou a criar mais oportunidades quando foi deslocado pelo meio. Renato gostou do funcionamento da equipe no segundo tempo, até encontrar o gol da vitória.

“[As mudanças táticas] dependem muito do que a gente precisa durante a partida. Nós entramos com um 4-2-3-1, depois eu tirei o Léo Moura, segurei uma linha com o Geromel, Kannemann e Cortez, tinha colocado o Alisson, então eu ganhei velocidade dos dois lados. Mais para o final eu coloquei o Pepê, puxei o Alisson para a meia, depois que eu coloquei o André e fiz dois centroavantes [com o Jael]. Nós tivemos muita variação tática, o que é muito importante. O adversário não conhece, não sabe a característica do jogador. Todas as vezes que tivemos essas mudanças, nós conseguimos mexer no adversário”, completou o comandante do Grêmio.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

A equipe gaúcha vai enfrentar o Atlético Tucuman, da Argentina, nas quartas de final da Libertadores. Por ter a melhor campanha, a equipe brasileira decidirá a vaga em casa.

Leia mais:
Palmeiras é o time que mais acertou dribles até a 21ª rodada do Brasileirão; veja o top-10