Renato admite ‘gostinho de derrota’ por empate do Grêmio com o Flamengo

O Grêmio esteve perto de garantir um triunfo por 1 a 0 sobre o Flamengo, pela partida de ida das quartas de finais da Copa do Brasil, mas sofreu um gol nos últimos momentos da partida e terminou a partida com um empate por 1 a 1.

Victor de Freitas
Baiano, 25 anos, jornalista formado pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol. Contato: victorw10@outlook.com

Crédito: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Após a partida, o técnico do Grêmio, Renato Purtaluppi, admitiu que faltou “malandragem” para seus jogadores conseguirem segurar o resultado favorável e admitiu ter ficado com um “gostinho de derrota” por conta do gol sofrido no final.

“Infelizmente nós perdemos o Everton, que tínhamos a saída rápida. O Marinho entrou, mas não estava numa noite tão boa. Muito tempo que não joga pelo lado esquerdo, meio perdido. E perdemos o Jael, que torceu o tornozelo, e ficou difícil. Perdemos o meio de campo. Facilitou as coisas para o Flamengo, senão a historia seria diferente. Faltando um minutinho, ou menos disso, é aquele gostinho de derrota”, disse o técnico.

“O que eu falo é para eles usarem a malandragem. No momento que o quarto árbitro levanta a placa, é hora de segurar a bola lá na frente para não correr risco. Mas vendo que o Jael estava com o tornezelo inchado, a bola ia e voltava. Faltou o jogador lá na frente para cavar uma falta, um escanteio. Infelizmente não deu por causa do problema do Jael”, acrescentou.

Sem vantagem por gol fora de casa, o confronto entre Grêmio e Flamengo, pelas quartas de finais, vai para o Rio de Janeiro sem ninguém tendo a chance de jogar por outro empate. Em caso de uma nova igualdade por qualquer resultado, a decisão será nos pênaltis. Resta vencer no tempo normal para se classificar.