Negociações ajudam Vasco a economizar na folha salarial

A janela de transferências do meio do ano do Vasco foi movimentada. Entre chegadas e saídas, o clube reduziu a folha salarial em R$ 350 mil e se deu por satisfeito. Por ora, o clube encerrou as suas atividades no mercado, embora não descarte contratações caso apareça boas oportunidades.

Luiz Bernardo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução / Site Oficial Vasco da Gama

“Hoje, não estamos buscando ninguém. Tem muitos empresários oferecendo jogador, mas o que tínhamos que investir já investimos. É claro que se surgir uma oportunidade, estamos abertos” informou o presidente do Vasco Alexandre Campello. A notícia foi vinculada pelo portal globoesporte.com.

De julho até agora o clube carioca contratou cinco jogadores: O lateral-direito Lenon, os zagueiros Leandro Castán e Oswaldo Henríquez e os atacantes Maxi López e Vinícius Araújo. Vale salientar que todas essas contratações não saíram da política de austeridade do clube, que precisou investir apenas no salário de cada um.

Por outro lado, alguns jogadores já não fazem mais parte do elenco cruzmaltino: Os zagueiros Erazo e Paulão, os volantes Wellington e Bruno Paulista e o atacante Riascos. Fabrício, lateral-esquerdo que chegou no início do ano de graça por estar sem clube, está fora dos planos da comissão técnica, mas ainda não encontrou outro clube e segue treinando com o restante do elenco.

Na próxima quinta-feira (09) o Vasco tem uma decisão: A equipe enfrenta a LDU em São Januário e precisa vencer por 2 a 0 ou três gols de diferença para se classificar. Se triunfar por 3 a 1, leva o jogo para os pênaltis. O jogo será válido pela Copa Sul-Americana e está marcada para as 19:30 horas (horário de Brasília).

LEIA MAIS:
Thiago Galhardo ainda não digere críticas de equatorianos e manda recado à LDU
Mercado da bola: Sem espaço, zagueiro pode deixar o Vasco
Vai voltar? Atacante do Vasco treina com bola após lesão