Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Brasil termina participação individual no Mundial de Judô apenas com um bronze

Quatro judocas brasileiros foram à luta para tentar melhorar o desempenho geral do país no Mundial de Judô. Maria Suelen Altheman foi até a semifinal, mas deixou escapar o último bronze possível para o Brasil. Com isso, a participação individual termina com a única medalha de Érika Miranda.

Juvenal Dias
Jornalista formado pela Universidade P. Mackenzie/SP desde 2013. Atuo na área esportiva desde 2010, quando ingressei no Diário Lance! Lá permaneci por seis anos e tive oportunidade de fazer parte da cobertura dos Jogos Olímpicos Rio-2016. Desde 2017 sou colaborador do Surto Olímpico. Já fui também do Bola Parada. Estou no Torcedores desde meio de 2018.

Crédito: IJF. Momento em que Maria Suelen sofre Waza-ari e deixa escapar o bronze

A quarta-feira marcou o último dia de lutas para os atletas individuais nesta edição do Mundial de Judô, que está sendo disputado em Baku, no Azerbaijão. O Brasil teve dois representantes entre os homens (+100 kg), Rafael Silva e David Moura. Também teve duas competidoras entre as mulheres (+78 kg), Maria Suelen Altheman e Beatriz Souza. Era a chance do país terminar a competição com um resultado mais favorável do que apenas o bronze de Érika Miranda, conquistado no segundo dia.

Masculino

Os dois brasileiros entraram no dojô quase que simultaneamente. Ambos não precisaram lutar na primeira rodada. Rafael Silva pegou o japonês Hisayoshi Harasawa, vice-campeão olímpico. O tempo regulamentar terminou com placar empatado em dois shidôs (punição) para cada. Quem fizesse qualquer pontuação, venceria ou quem sofresse nova punição, perderia no golden score. O brasileiro foi punido e o oponente avançou. No caso de David Moura, a eliminação foi mais surpreendente. Ele levava vantagem na luta contra o uzbeque Bekmurod Boltiboev, que havia sofrido duas punições. Mais uma e o brasileiro avançava. O adversário encaixou um ultimata e aplicou ippon.

A esperança neles era grande, já que tinham sido prata e bronze, respectivamente na última edição de Mundial. Ainda mais que o multicampeão francês Teddy Riner não participou. O georgiano Guram Tushishvili frustrou a torcida da casa ao vencer seu representante Ushangi Kokauri, por ippon, na final e levar o ouro. Mesmo assim, o Azerbaijão somou uma prata. O japonês Hisayoshi Harasawa e o mongol Duurenbay Ulziibayar ficaram com o bronze.

Feminino

Assim como no masculino, as duas judocas brasileiras atuaram quase ao mesmo tempo. Também não precisaram pisar no tatami na primeira rodada. Ambas tiveram um começo promissor. Beatriz Souza é uma jovem promessa da categoria, tem apenas 20 anos. Venceu sua primeira luta contra a húngara Mercedesz Szigetvari por imobilização. Em seguida, perdeu por Waza-ari para a turca Kayra Sayit.

Maria Suelen foi mais longe, venceu as duas primeiras lutas por ippon e forçou três punições da britânica Sarah Adlington para chegar à semifinal. Aí apareceu a grande rival da brasileira, a cubana Idalys Ortiz, que venceu todos os 12 encontros entre as duas. Desta vez não foi diferente, Waza-ari no desempate e repescagem para Suelen. Enfrentou a mesma turca que eliminou Beatriz. Sofreu mais um Waza-ari, até igualou as ações, mas não o placar. Viu o bronze escapar pelas mãos.

O ouro ficou com a japonesa Sarah Asahina, sagrando-se bicampeã, em cima de Idalys. Medalha de bronze para a algoz das brasileiras e para a bósnia Larisa Ceric.

Com isso, o Brasil teve o pior desempenho em Mundiais desde Roterdã-2009. Ainda tem a competição por equipes mistas, que ocorre nesta quinta-feira (27). Mas o que conta mesmo, em termos olímpicos, é o desempenho individual, que deixou a desejar. Vale ressaltar que a competição por equipes mistas entrou no programa olímpico para Tóquio-2020.

Quadro de medalhas

Confira como ficou o quadro de medalhas da competição individual:

Rank-NaçãoOuro-Prata-Bronze-Total
1  Japão75416
2 Coreia do Sul2013
3  França1124
4  Georgia1113
5  Irã1012
 Ucrânia1012
7 Espanha1001
8  Cuba0202
9 Holanda0123
 Rússia0123
11  Azerbaijão0112
 Kazaquistão0112
13 Grã-Bretanha0101
14  Mongólia0033
15  Turquia0022
16  Argentina0011
 Bósnia e Herzegovina0011
 Brasil0011
 Canadá0011
 Colômbia0011
 Alemanha0011
 Eslovênia0011
Total (22 nações)14142856

LEIA MAIS

Mayra Aguiar adia sonho de tricampeonato no Mundial de Judô