Como era o mundo quando Messi e CR7 não eram os melhores do mundo

O Fifa The Best de 2018 encerrou o período de hegemonia de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi ao eleger o croata Luka Modric como melhor jogador do mundo pela temporada de passada, quando foi campeão da Champions League e vice-campeão da Copa do Mundo – com direito a prêmio de melhor jogador da competição. Essa foi a primeira vez desde 2008 que o português ou o argentino não ficavam com o posto de principal estrela mundial.

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Foto: John Gichigi/Getty Images

Você lembra como era o mundo quando nem Messi nem Cristiano Ronaldo foram os melhores do mundo, lá no longínquo ano de 2007? O Torcedores.com listou alguns fatos importantes que podem te ajudar a entender o feito conquistado por Luka Modric.

Kaká era o melhor jogador do mundo:

Foto: Michael Steele/Getty Images

Cristiano Ronaldo jogava no Manchester United:

Foto: Alex Livesey/Getty Images

O português trocou o Manchester United pelo Real Madrid em 2009.

Real Madrid tinha apenas NOVE Champions League; o Barcelona era bicampeão

Foto: Gary M. Prior/Getty Images

Atualmente o Real Madrid é tricampeão da Champions League e, ao todo, soma 13 títulos da competição. O Barcelona tem cinco taças “Orelhudas”.

Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo Fenômeno, Xavi, Iniesta, Pirlo e Seedorf ainda jogavam em alto nível

Foto: Michael Steele/Getty Images

Zinedine Zidane era o jogador mais caro do mundo:

Foto: Getty Images

O francês trocou a Juventus pelo Real Madrid por 73,5 milhões de euros em 2001 e até então nenhuma negociação havia chegado perto. Em 2009, o próprio Cristiano Ronaldo chegou a se tornar o jogador mais caro do mundo ao trocar o United pelo Real Madrid por 100 milhões de euros.

Luka Modric ainda jogava no Dinamo Zagreb:

Foto: Phil Cole/Getty Images

O Corinthians não tinha Libertadores e nem estádio:

Divulgação/Corinthians

No Brasil, o destaque fica por conta do Corinthians, que ainda não tinha a tão sonhada Libertadores – que só foi conquistada em 2012 – e nem o estádio próprio, inaugurado em 2014 para a Copa do Mundo no Brasil.

Neymar ainda jogava no time sub-15 do Santos:

Foto: Mark Robinson/Getty Images

O brasileiro é, atualmente, o jogador mais caro da história após protagonizar a transferência do Barcelona para o Paris Saint-Germain, em 2017, por 222 milhões de euros.

O sistema operacional Android ainda nem existia:


O iPhone 1 era a grande novidade da época; hoje já temos o iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR:

George Bush era o presidente dos Estados Unidos; Lula era o presidente do Brasil:

Foto: Ron Sachs-Pool/Getty Images

Confira a lista de todos os premiados do Fifa The Best 2018:

Melhor torcida do ano: Peru na Copa do Mundo
Fifa Fair Play: Lennart Thy (Büyükşehir Belediye Erzurum Spor)
Prêmio Puskas: Mohamed Salah (Liverpool)
Técnico do ano (masculino): Didier Deschamps (França)
Técnico do ano (feminino): Reynald Pedros (Lyon-FRA)
Goleiro do ano: Courtois (Real Madrid-ESP)
Time ideal do ano: De Gea (Manchester United), Daniel Alves (PSG), Varane (Real Madrid), Sérgio Ramos (Real Madrid) e Marcelo (Real Madrid); Kanté (Chelsea), Modric (Real Madrid) e Hazard (Chelsea), Messi (Barcelona), Mbappé (PSG) e Cristiano Ronaldo (Juventus).
Melhor jogadora do ano: Marta (Orlando City)
Melhor jogador do ano: Modric (Real Madrid)

LEIA MAIS:
The Best Fifa: Jackson Follmann entrega prêmio de melhor goleiro a Courtois
Visual de Daniel Alves, aparição de Ronaldinho e Puskás para Salah: veja o que bombou no Twitter durante o Fifa the Best